sábado, 13 de agosto de 2011

PETISTA NÃO DISSE NADA SOBARE OS LARAPIOS

Petista compara ação da PF a “arbitrariedades da ditadura”; sobre os larápios, ele não diz uma vírgula
O descaramento dos petistas é um troço formidável. O partido tem sido mais estridente nas críticas à Polícia Federal do que o próprio PMDB. Vejam o que informa Vera Magalhães na Folha Online. Volto depois.
O deputado federal Carlos Zaritini, um dos pré-candidatos do PT a prefeito de Paulo, comparou neste sábado a ação da Polícia Federal na Operação Voucher a “arbitrariedades cometidas na época da ditadura”. Zaratini abriu seu discurso na caravana petista com os pré-candidatos em Cidade Tiradentes (zona leste da capital) brandindo a Primeira Página da Folha em que aparecem as fotos de seis dos presos na ação da PF no Ministério do Turismo sem camisa e com um papel com seus nomes.
“Há muito tempo não se via tanto abuso quanto nesta operação da Polícia Federal. Isso remonta às arbitrariedades cometidas na ditadura”, disse. Ele cobrou do ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), também petista, que “tome uma atitude para que haja o fim nessas arbitrariedades”. “Se não nos indignarmos, em breve vamos ver de novo a tortura legalizada no nosso país”, disse.
Imagens
Neste sábado, o governo do Amapá afirmou em nota que abrirá uma sindicância para apurar o vazamento de fotos de presos na Operação Voucher. As imagens foram publicadas em um jornal do Amapá na sexta-feira e mostram alguns dos detidos sem camisa, segurando placas com seus nomes. Entre os presos que aparecem nas fotos está o secretário-executivo do ministério, Frederico Silva da Costa, e o ex-presidente da Embratur Mário Moysés.
As fotos foram feitas no Instituto de Administração Penitenciária, que é administrado pelo governo estadual. Ontem, a presidente Dilma Rousseff considerou inaceitável o vazamento de fotos. Deflagrada na terça-feira (8), a Operação Voucher prendeu um total de 36 pessoas, em São Paulo, Brasília, Curitiba e Macapá. Eles já foram soltos. Ao todo 38 mandados de prisão foram expedidos na ação que envolveu 200 policiais. Duas pessoas seguem foragidas. As investigações começaram em abril e apontaram possíveis irregularidades em um convênio de R$ 4,45 milhões firmado entre o Ministério do Turismo e o Ibrasi (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável).
ComentoApontei abusos da PF desde o primeiro dia, como sabem. A divulgação das imagens é mesmo uma barbaridade, e os responsáveis devem ser severamente punidos. Mas onde estava o indignado Zaratini nos oito anos de governo Lula? Por que protesta só agora? Enquanto as ações da PF expunham adversários à humilhação, tudo ia bem; agora, ele descobriu o estado de direito. A cara-de-pau dessa turma clama aos céus.
Não! Eu não defendo ilegalidades de ninguém. Ilegalidade também é o que pretende a presidente Dilma ao exigir ser previamente avisada sobre operações da PF. Sem essa! A Polícia Federal nem pode cometer abusos nem pode ter cassadas suas prerrogativas. Eu posso criticar à vontade porque cobro uma polícia independente há muitos anos; os petistas deveriam calar a boca: tentaram transformar uma polícia que serve a estado numa polícia política. Só não foram adiante porque o STF — muito especialmente o ministro Gilmar Mendes — colocou-lhes um freio. Agora que a ação colheu os aliados e uma figura graúda do partido, então vem essa reação histérica.
Notem ainda que, ao lado de protestar contra os abusos, os petistas também poderiam  censurar os larápios. Mas não dizem uma vírgula a respeito. Até parece que a PF meteu em cana por alguns dias um grupo de carmelitas descalças…
Por Reinaldo Azevedo

2 comentários:

JCavalheiro disse... [Responder comentário]

Pr. Maurício! A Paz do Senhor!

Concordo plenamente com sua posição.
É necessário dar prioridade ao que é mais importante para a nação. Os erros devem ser corrigidos, mas não engessar aqueles que por dever de ofício devem processar e colocar atrás das grades autoridades que estão agindo incorretamente.

Deus vos abençoe!

Um abraço do irmão em Cristo....

Pr. João Q. Cavalheiro
www.aramasi.blogspot.com

PR MAURICIO BRITO disse... [Responder comentário]

JCavalheiro muito obrigada pela sua participação neste hhumilde blog

Postar um comentário

Todo comentário deve seguir os critérios: estar relacionado ao assunto, ter identificação do comentarista e mesmo assim passa pelo nosso crivo daí decidiremos se devem ser publicados ou não.