quarta-feira, 20 de julho de 2011

COBRAR CHACHÊ PARA PREGAR O EVANGELHO É PECADO?

COBRAR CACHÊ PARA PREGAR O EVANGELHO É PECADO


A COBRANÇA DO CACHÊ PARA PREGAR O EVANGELHO

O que você acha dos PASTORES PREGADORES que cobram altos CACHÊS para pregar o evangelho de Cristo? Aliás, exijam com ANTECEDÊNCIA que o pagamento seja feito em forma de deposito em suas contas bancaria, para depois irem pregar.

1. PREGAÇÃO EVANGÉLICA VIROU UM COMERCIO LUCRATIVO.
Lamentavelmente muitas pessoas irresponsavelmente estão deixando as suas profissões e tornando PREGADORES GOSPEL, visando única e exclusivamente o LUCRO FINANCEIRO, são pregadores, mas nunca foram convertidos a Cristo; na mente cauterizada dos depravados, a pregação do Evangelho de Cristo é uma fonte de LUCRO FACIL; e por isso descaradamente COBRAM altos valores para pregar. Esses supostos pregadores são os negociantes do Evangelho como diz Pedro.
2Pe.2.3 e, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.
2Pe.2.4  Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas,  havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o Juízo;

2. MUITAS IGREJAS FICARAM REFEM DOS PREGADORES GOSPEL.
Não são todas, mas, muitas igrejas atualmente ficaram reféns dos pregadores que COBRAM para pregar; eles viraram uma espécie de estrela “ídolo” com fã clube e tudo mais; e o Pr., da igreja diz: “Se não convidar o pregador de FAMA os irmãos não irão a igreja”; é simplesmente lamentável identificar postura como essa de alguns líderes da igreja; na verdade esse líder já perdeu a liderança a muito tempo; e por falta de comando na condução do rebanho contrata homem corrupto com o titulo de PREGADOR e com o dinheiro dos fieis pagam os altos cachês que os mesmos exigem. Você irmão que contribui financeiramente em sua igreja local, concorda com isso?
3. A NEGOCIAÇÃO PARA PREGAR O EVANGÉLHO
A negociação para pregar o evangelho é feita mais ou menos assim, o pastor liga e diz quanto você COBRA para pregar na minha igreja? Em outros casos o pastor liga e do outro lado da linha uma voz intimidatória de um suposto homem de Deus, o pastor lança o convite; e recebe como resposta “Irei pregar por tanto” oh amado dinheiro adiantado se não nada feito! O pastor responde perguntando  quanto pagarei? O pregador responde dizendo olha amado o senhor sabe que para sustentar um “HOMEM DE DEUS” não é tão barato, portanto, eu cobro (5.000,00) por mensagem; e olha o senhor fecha logo o contrato porque a minha AGENDA é cheia se o senhor não quiser tem muitas outras igrejas que querem; aliás, eu não tenho nem muito interesse em ir ai, mas, como é para o senhor ou vou neste preço; o pastor da uma pensada em trinta segundos e responde NEGÓCIO fechado.

4. VALORES COBRADOS PELOS PREGADORES GOSPEL.
Pregação gospel e aquela pregação que fala em Deus, mas Deus está muito longe do pregador; são pregadores corrompidos, adúlteros, pornográficos; avarento e que não tem nenhum compromisso com a igreja. Antes de escrever esse artigo fiz uma pesquisa de preços para ter noção básica dos preços cobrados por eles e cheguei aos seguintes valores:

A – 150.000,00 (pregadores importados dos Estados Unidos que pregam sobre a teologia da prosperidade)

B – 80.000,00 (pregadores vindo da Europa é mais barato porque segundo eles o cristianismo na Europa esta em baixa)

C – Brasil: Brasil é o celeiro dos PREGADORES GOSPEL onde eles chegam a faturar livre 80,000,00 mensal. Mas os preços não são fixo existem uma variação; mas o mínimo fixado por eles é 3.000,00 por mensagem; os valores variam porque os PREGADORES GOSPEL estão divididos em TRÊS CATEGORIAS:

- Pregadores ASTROS: São os de primeira classe, os famosos que exigem ALTOS CACHÊS, só hospedam em hotel CINCO ESTRELAS, não pregam em igrejas pequenas e para grupos pequenos. Cobram de 10.000,00 a 50,000,00 por mensagem.

- Pregadores ESTRELAS: É uma classe de pregador que não divergem muito dos astros, a divergência é apenas em relação aos valores cobrados que variam de 5,000,00 a 25,000,00 por mensagem.

- Pregadores ASPIRANTES: São aspirante ao posto de estrela e astro, está no mesmo caminho deles como ainda não chegou ao degrau superior tem as mesmas exigência das outras duas classes porem, cobram mais barato algo em torno de 3,000,00 a 15,000,00 por mensagem.  

5. DEUS, A IGREJA E OS PASTORES.
Deus é o autor da igreja, ele criou a Igreja, e deu a igreja pastores, para que estes cuidassem dela; mas estamos vendo o contrario.

A – Deus com certeza não esta satisfeito com essa negociação espúria do Evangelho de Cristo, o Evangelho devem ser pregado por homem temente a Deus voluntário e gratuitamente; mas Deus esta atento a tudo isso, cf. Rm.1.18  Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça;

B – A igreja não precisa de pregadores estrela, aspirante ou astro, precisa sim de homem temente a Deus com visão evangelistica, fervoroso no espírito ganhadores de alma, de homem que sabe o que é apascentar o rebanho de Deus; a Igreja de Cristo não está satisfeita com atitudes de certos lideres que estão negociando o sagrado.

C – Nós os pastores precisamos abrir os olhos, principalmente quem preside a igreja, saber que o dinheiro não é dele é da igreja, e é santo. Estão cometendo um grande pecado aqueles que usam o dinheiro da igreja para contratar PREGADORES GOSPEL. Cobrar para pregar o Evangelho de Cristo é PECADO, e quem paga peca mais ainda, o juízo será maior para quem PAGA. Senhores pastores vamos dar um basta nestas gentes descompromissadas com o reino de Deus; não convida pregadores que cobram para pregar em sua igreja; o Evangelho deve ser pregado por amor a Cristo com homens fiéis a Deus, a família e a igreja, existem milhares de homens de Deus que não se corromperam e que pregam a Cristo vivo e ressuscitado, e que não cobram para pregar estão apenas esperando uma oportunidade.

CONCLUSÃO.
O que você leitor acha dessa cobrança imposta pelos pregadores gospel? Eu particularmente não concordo em cobrar, estipular valores para pregar o Evangelho, fazer o Evangelho negócio, se o individuo que ganhar dinheiro ele terá que fazer outra coisa e não ser pregador do Evangelho. Eu quero ver a sua opinião! Deixe aqui o seu comentário. 

Autor do Texto
Mauricio Brito, é pastor, pedagogo, psicopedagogo, professor especialista em comportamento humano, teólogo, prega o Evangelho de Cristo por mais de 20 anos, professor de teologia sistemática. Fone para contato 69 92244161 ferreirabrito

10 comentários:

Pr. Luiz Fernando disse... [Responder comentário]

Prezado colega Pr. Maurício,
você colocou o dedo na ferida. Este mercado precisa terminar e sua postagem é um alerta saudável a essa iniquidade que grassa no meio gospel. Infelizmente só existem tais pregadores porque os líderes locais são incompetentes para dizer não. Sei de pregadores gospel que combinam antes com o pastor da igreja que o que entrar de oferta fica no meio a meio. Vergonha, vergonha e vergonha.
Parabéns pela coragem em abordar este tema. Deus o abençoe ricamente.
Um abraço
Pr. Luiz Fernando

Newton Carpintero, pr. e servo disse... [Responder comentário]

Prezamado pr. Mauricio Brito,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

É uma vergonha a postura destes "pastores ou pregadores", que se perfumam com o ÓLEO DE PERÓBA.

A cobrança de cachê, significa a representação de um momento triste da igreja.

Penso que pior dos que PEDEM, são os que ACEITAM, o chamado cachê, ou os que criaram estes métodos para o que chamamos de efeito BUMERANGUE(eu te dou um cachê hoje, e amanhã é você uem me dá).

Normalmente, os que pedem estes valores, são os que podemos chamá-los de SAFADOS. Em letras garrafais!

Creio que a igreja deve respeitar aos que não cobram, e poder oferecer-lhes a sua gratidão, proporcionando-lhes condições de locomoção e uma oferta condizente com a realidade e de bom grado.

Muitos dos pregadores envolvidos com a Palavra, tem o seu tempo dedicado à leitura da Bíblia e às pesquisas, para distribuir um alimento consistente e inspirado pelo Espírito Santo. Estes, certamente não cobram cachê, mas devem ser honrados com um coração aberto, segundo as possibilidades da igreja.

O prezado pastor Luiz Fernando concorda que você colocou o dedo na ferida. Eu creio que, já não é uma ferida, e sim, uma GANGRENA. Triste!

O Senhor seja contigo, nobre pastor!

O menor de todos os menores.

PR MAURICIO BRITO disse... [Responder comentário]

Pr Luiz Fernando, agradeço a sua participação neste humilde blog. Abraços em Cristo Deus continue iluminando a sua vida. Seu Comentário muito contribui parao crescimento da Obra de Deus.

PR MAURICIO BRITO disse... [Responder comentário]

Pr Newton, concordo plenamente com o seu comentário. Deus te abençoe e te guarde nesta missão de profeta de Deus. Abraços em Cristo e muito obrigada pela gentil colaboração neste humilde blog.

Manoel Barbosa disse... [Responder comentário]

Pr Mauricio Brito, o senhor recebe salário como pastor? e como professor de Teología Sistemática?

Parabéns, sensacional o seu ponto de vista.
Gostei do seu artigo, mas preciso saber dessas respostas para um total juízo a seu respeito.

www.toqueimado.blogspot.com

PR MAURICIO BRITO disse... [Responder comentário]

1. Caro amigo Manoel Barbosa, pelo que sei a seu respeito você é presbitero da Igreja. Muito obrigada pela sua participação neste humilde blog. Em relação as suas perguntas: A Biblia diz que o obreiro aquele que trabalha com templo exclusivo no evangelho é DIGNO de seu sustento; todas as minhas atividades na Igreja são VOLUNTÁRIAS; as pessaos que me convidam para ministrar sabem que nunca cobrei para pregar; as ajudas que recebo são voluntárias; a biblia diz "cada um contribui segundo popós o seu coração" A mais de 20 anos prego por todo Brasil, nunca cobrei e não pretendo cobrar; não recebeo salário da Igreja porque não sou exclusivo para igreja tenho outras atividades particulares, aliás, tenho profissão; porém sou completamente favoravel aos pastores que dedicam tempo integral a igreja ter os seus salários, pois, são merecedores, e para isso Deus os chamou; por fim se o senhor quiser ouvir uma mensagem minha na sua igreja pode entrar em contato no fone que esta no blog, isso não lhe custará nada; exceto a estadia

Manoel Barbosa disse... [Responder comentário]

Prezado pastor Maurício, concordo plenamente com sua resposta referente ao obreiro ser digno de salário, e sei também que o senhor, como professor e pastor, mesmo não sendo exclusivo, também é digno de remuneração.
Perdoe-me pela provocação, apesar de não conhecê-lo pessoalmente, uma virtude já posso perceber mesmo a distância, mansidão.

Afinal de contas o senhor poderia ter escrito
Quem é você para querer ter um juizo de minha pessoa?

Mais uma vez perdoe-me pela provocação.

Que o Senhor Deus cotinue confirmando seu ministério.

vencendo e vencendo disse... [Responder comentário]

A paz pastor ..gostei muito de suas colocaçoes mas vamos la. a igreja esta conrronpida porque pessoas que nao tem chamado e nao foram felizes financeiramente procuram refazer ou fazer algo que as supram nao de espirito e sim materialmente a palavara nos diz buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça e todas as outras coisa serao acrescentadas ele buscam as outras coisas e USAM O EVANGELIO COMO DESCULPA PARA SUAS NESCESSIDADES ISSO E O QUE MAIS TEM ESTRAGADO O POVO DE DEUS MAS O PAI IRA JULGA-LOS E NAO ESPEREM MISERICORDIA POIS NAO TERAM CONTINUE ASSIM PASTOR E PODE CONTAR COMIGO A PAZ

reflexão disse... [Responder comentário]

é lamentável este acontecimento, aliás cobra-se ingresso com controle de pulseirinhas para "seminários", pede-se oferta na células onde é local de evangelismo,inclusive ouvi de um pastor de prosperidade que na igreja dele quem não for fiel e estiver passando fome não ganha cesta básica nem recebe ajuda, ele disse que o patrimonio dele é de 1 milhão,concordo com Paulo apóstolo de CRISTO que para não causar escandalo trabalhou, sem falar dos pastores que sao tempo integral, recebem da igreja e exercem atividades paralelas , como psicólogos, políticos e etc.,sem levar em consideração que o custo das pastoras com cabelo , pele , unhas , perfumes, roupas é muito maior do que o valor do salário de uma família que dizima na igreja, lamentávem ,conheço muita gente inteligente que não vai para igreja pois não acredita no homem

william cavalcante disse... [Responder comentário]

concordo com vossa pessoa sim , não vou nesse tipo d apresentações, meu JESUS deu exemplo d nõ aceitava nem comercializar dentro d sua casa expulsando-os d dentro imagina nos dias d hoje q infelizmente lideres corruptos do evangelho fazem negócios com os dinheiro sagrados d ofertas e dízimos... ora dízimos e ofertas são pedidos o tempo todo .. o tempo da palavra foram reduzidos, hoje o tempo tomado pedindo oferta e muitas vezes maior q o da própria pregação , louvores toman a maior parte do tempo.... e difícil mais sou profeta q abro a boca com verdade... os infelizes homens q hoje lideram compactuam com obras diabólicas na infernal teologia da prosperidade. a paz pastor mauricio

Postar um comentário

Todo comentário deve seguir os critérios: estar relacionado ao assunto, ter identificação do comentarista e mesmo assim passa pelo nosso crivo daí decidiremos se devem ser publicados ou não.