domingo, 19 de junho de 2011

CGADB RECONHECE A CIMADEB - CONVENÇÃO DA IGREJA MÃE FOI RECONHECIDA

FESTA DA IGREJA MÃE DAS ASSEMBLEIA DE DEUS NO BRASIL
Quero parabenizar a CGADB, na pessoa do pastor José Wellington Bezerra da Costa, por ter reconhecido a grandiosa FESTA DO CENTENÁRIO da Igreja Assembléia de Deus (Igreja-mãe) em Belém do Pará liderada pelo pastor Samuel Câmara. A festa foi tão impactante que a mesa diretora da CGADB reuniu-se e propôs a reconhecer a CIMADEB- Convenção da Igreja-mãe das Assembléias de Deus no Brasil. Mesmo em meio os conflitos de gestões; Pr. José Wellington mostrou que é um homem sensato; e que chegou a hora de ajuntar os cacos. Penso que o desentendimento entre ambos não passou de uma semente plantada por satanás; mas, que agora foi arrancada por Jesus Cristo, Nosso Senhor.  E a Igreja em Belém, de forma justa, tinha mais é que festejar. Penso ser mais que justo a Igreja-mãe, a igreja dos pioneiros, onde começou o mover pentecostal e se espalhou por mais de 176 países ter esse reconhecimento em seu CENTENÁRIO.
FESTA DA CGADB
Não podemos negar que a festa da CGADB em comemoração ao CENTENÁRIO da Igreja Assembléia de Deus foi linda no país inteiro, em todas as capitais foram realizadas eventos festivos, com certeza a presença do Espírito Santo foi marcante. È Justo que a CGADB comemore o CENTENÁRIO com os mais de 20 milhões de assembleianos espalhados por este Brasil afora.
PARABENS:
1. A Igreja-Mãe das Assembléia de Deus (Belém – Pará)
2. Ao Pr. Samuel Câmara pela coragem na realização desse grande evento, que impactou o Brasil.
3. A CGADB Pelos grandiosos eventos espalhados por todo Brasil, milhares de almas foram salvas.
4. Ao Pr. José Wellington Bezerra da Costa pela bravura e lisura com que tem dirigido os eventos do centenário.  
5. A Assembléia de Deus no Brasil, pelos os seus 100 anos de existência.

1 comentários:

Pr Dário Gomes disse... [Responder comentário]

Faço coro ao irmão nestas congratulações!
acesse o Blog: http://prdariogomes.blogspot.com e
vejam o documento que os advogados das partes deram entrada na 9ª Vara Civil de Belém.

Postar um comentário

Todo comentário deve seguir os critérios: estar relacionado ao assunto, ter identificação do comentarista e mesmo assim passa pelo nosso crivo daí decidiremos se devem ser publicados ou não.