quarta-feira, 31 de agosto de 2011

E HAVERÁ FOME EM MUITOS LUGARES DISSE JESUS

A Somália esta sendo assolada por uma onda de FOME, que esta dizimando a população, Jesus Disse: e haverá fome; é o sinal da vinda de Cristo; quem é santo se santifique ainda, quem é sujo se suje ainda, estamos muito perto da reta final e a consumação de todas as coisas.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

A IDIOTA; APARELHO ORTODONTO PARA DENTADURA

Secretária encomenda dentadura com aparelho para ficar mais jovem

Dentista diz que paciente satisfez desejo antigo e melhorou autoestima.
Conselho Regional de Odontologia diz que procedimento é normal.

Secretária diz que dentadura estilizada até mudou sua aparência (Foto: Leandro Abreu/ G1 MS)
Secretária diz que dentadura estilizada até mudou
sua aparência (Foto: Leandro Abreu/ G1 MS)
Para deixar a dentadura com uma aparência mais natural, uma secretária de 42 anos, que mora em Campo Grande, resolveu colocar um aparelho ortodôntico. Ela contou ao G1 que trabalha em um consultório dentário e que foi o seu próprio patrão quem fez o serviço. A ideia agradou outras pacientes que também quiseram aderir à “dentadura estilizada”.
O dentista afirmou que o artificio de caracterização melhorou a autoestima da funcionária. A secretária, que não quis ter o nome divulgado, afirmou que usa dentadura há vários anos para substituir os dentes superiores, mas que sempre teve vergonha de usar.
“Um dia eu vi o aparelho no consultório e pensei: bem que eu podia colocar um desses para disfarçar a dentadura. Então, eu perguntei para o meu patrão se dava para colocar o aparelho e ele respondeu que ia tentar. Fiquei muito feliz quando a vi pronta”, conta.

IGREJA EM BOA VISTA RORAIMA





PELA BONDADE DE DEUS ESTIVE FAZENDO UMA VISITA NESTE ULTIMO FINAL DE SEMANA A IGREJA SSEMBLEIA DE DEUS EM BOA VISTA; ONDE PUDE MINISTRAR 04 AULAS DE FILOSOFIA PARA OS ALUNOS DO CURSO DE TEOLOGIA; E PUDE VER UMA IGREJA ABENÇOADA, OS PASTORES UNIDOS EM PROL DO REINO DE DEUS; UMA IGREJA EVANGELISTICA E MISSIONÁRIA PRESIDIDA PELO NOBRE COLEGA PASTOR ISAMAR RAMALHO; MINHA ORAÇÃO É PAR AO PASTOR CONTINUAR PROSPERANDO; DEUS ABENÇÕES OS IRMÃOS DA IGREJA EM BOA VISTA E EM TODO ESTADO DE RORAIMA. NÃO POSSO DEIXAR DE CITAR TAMBÉM O CARINHO E O APOIO RECEBIDO DO PR AERTON E DO PR ANTONIO, DEUS IRÁ RETRIBUIR GRANDEMENTE A TODOS VOCÊS; ABRAÇOS EM CRISTO JESUS;






sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O PROCESSO DA APRENDIZAGEM NO CONTEXTO HISTÓRICO

O PROCESSO DA APRENDIZAGEM NO CONTEXTO HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO.

1. AS CULTURAS PRIMITIVAS
As formas de aprendizado na educação primitiva eram bem diferentes; e envolvia basicamente três fatores:

A – Aprendizagem  Acontecia Através da Imitação:
Nos povos primitivos a criança adquire conhecimento através da imitação.

B – Aprendizagem Através das Cerimônias de Iniciação:
Essas cerimônias tinham um valor moral, social político e religioso.

C - Aprendizagem Religiosa Através da Educação Animista:
Animismo crença de que todas as coisas possuem alma.

2. A APRENDIZAGEM ANTES DA ESCOLA
A Aprendizagem existem mesmo nos lugares onde não existem escola.
A Aprendizagem Antes da Escola era uma educação tribal, ministrada pelo chefe da família.
O seio da família era onde acontecia o processo educativo; e os lares as escolas. 

3. APRENDIZAGEM ENTRE OS GREGOS
Nas mais diversas áreas do saber humano, a Grécia deixou magníficas realizações que empolga o homem de todas as épocas.

A - A Filosofia surgiu na antiga Grécia, por volta do século VII, a.C.
B – A Filosofia Tem como objetivo dar resposta e explicações lógica e racional dos fatos.
C - A filosofia servia para determinar toda área do conhecimento humano. Matemática, física, biologia, história etc.

D - A Grécia é considerada o berço da civilização OCIDENTAL, a qual nós fazemos parte.
E - A educação grega está constantemente centrada na formação integral do corpo e espírito.
F – os Gregos tem um novo conceito de aprendizagem, a qual coloca o cidadão a PENSAR e ser um cidadão LIVRE, que podia tirar proveito de sua liberdade.
G - Platão acreditava que por meio da de uma aprendizagem eficaz, seria possível controlar os INSTINTOS, a GANÂNCIA e a VIOLÊNCIA.

4. APRENDIZAGEM NA CULTURA JUDAICA

 EDUCAÇÃO NO LAR
Os judeus consideravam os filhos uma grande alegria e um prêmio (Salmo 127:3-5). A educação dos filhos começava por volta dos três anos, quando já sabiam falar; orações e cânticos eram aprendidos por repetição, tal como hoje. Em casa, observavam os símbolos e práticas religiosos que propiciavam oportunidade de ensino. Aprendiam, por exemplo, sobre o menorá (candelabro de sete braços), símbolo da fé judaica. Eram encorajados a perguntar sobre o significado do ritual familiar anual da Páscoa (Êxodo 12:26-27) que ensinava sobre o poder de Deus nos assuntos humanos. Os pais tinham responsabilidades definidas na educação, O pai ensinava religião, a história do povo hebreu e uma profissão. Também deveria ensiná-lo a nadar e era responsável por encontrar uma esposa para seu filho. À mãe cabia ensinar suas filhas a serem obedientes e esposas capazes. As meninas aprendiam a cozinhar, fiar, tecer, tingir, cuidar de crianças e até dirigir escravos. Aprendiam a triturar grãos e às vezes ajudavam na colheita. Ocasionalmente ajudavam a cuidar das vinhas ou, se não havia irmãos, ajudavam a cuidar dos rebanhos. Deviam ter boas maneiras e alto padrão moral. Segundo o costume da comunidade judaica, as meninas tinham oportunidades educacionais formais restritas e não lhes era permitido estudar a Lei. Não obstante, algumas tinham educação de alto nível em casa, aprendendo música, dança, leitura, escrita e a manejar pesos e medidas. Nas famílias ricas, os filhos tinham tutores em casa.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

21º CONFERENCIA DE ESCOLA DOMINICAL DA CPAD


Participe da 21ª Conferência de Escola Dominical em Rio Verde/GO

Ainda sob os auspícios do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil, chegou a vez de Rio Verde, Goiás, sediar, de 22 a 25 de setembro, a Conferência de Escola Dominical. Essa grande celebração da Palavra que está agora em sua 21ª edição, tem como objetivo promover a Escola Dominical e a Educação Cristã relevante. Os temas que serão abordados nesta conferência são de suma importância para o bom desempenho do ministério de ensino em nossas classes dominicais. 
Acesse o hotsite do evento para outras informações e inscrições
  - LEIA [+]
MAIORES INFORMAÇÕES: CPAD Matriz: (21) 2406-7400 / 2406-7352  E-mail: eventos@cpad.com.br

ANDRAGOGIA ENSINO DE ADULTO, PEDAGOGIA ENSINO DE CRIANÇA




1. ANDRAGOGIA APRENDIZAGEM DE ADULTOS; E NÃO PEDAGOGIA.
- Crianças são seres indefesos, dependentes. Precisam ser alimentados, protegidos, vestidos, banhados, auxiliados nos primeiros passos, Durante anos se acostumam a esta dependência, considerando-a como um componente normal do ambiente que as rodeia. Na idade escolar, continuam aceitando esta dependência, a autoridade do professor e a orientação deles como inquestionáveis.

- A adolescência vai mudando este status. Tudo começa a ser questionado, acentuam-se as rebeldias e, na escola, a infalibilidade e autoridade do professor não são mais tão absolutas assim. Alunos querem saber por que devem aprender geografia, história ou ciências.

- A idade adulta trás a independência. O indivíduo acumula experiências de vida, aprende com os próprios erros, apercebe-se daquilo que não sabe e o quanto este desconhecimento faz-lhe falta. Escolhe uma namorada ou esposa, escolhe uma profissão e analisa criticamente cada informação que recebe, classificando-a como útil ou inútil.

Esta evolução, tão gritante quando descrita nestes termos, infelizmente é ignorada pelos sistemas tradicionais de ensino. Nossas escolas, nossas universidades tentam ainda ensinar a adultos com as mesmas técnicas didáticas usadas nas escolas de eucação básicas com metodos tradicionais. A mesma pedagogia é usada em crianças e adultos, embora a própria origem da palavra se refira à educação e ensino das crianças (do grego paidós = criança).

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

EM OUTUBRO CONGRESSO DA UMADJAR

terça-feira, 23 de agosto de 2011

OS QUATRO CAVALEIROS DO APOCALIPSES

Pela bondade de Deus tive a grata honra de pregar mais uma mensagem evanglistica, desta feita sob o tema: os quatro cavaleiros do Apocalipses.

TEMA: OS QUATRO CAVALEIROS DO APOCALIPSE
Ap.5.1 E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos.
Ap.5.2 E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?
Ap.5.3 E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele.
Ap.5.4 E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.
Ap.5.5 E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, que venceu para abrir o livro e desatar os seus sete selos.
Ap.5.6  E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete pontas e sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados a toda a terra.
Ap.5.7 E veio e tomou o livro da destra do que estava assentado no trono.
Ap.5.8 E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos.

Fone de contato 69 92 24 4161;

QUEM FEZ MAIS NA AEDUCAÇÃO LULA OU FHC?


Até 2010, Lula afirmava ter criado 13 novas universidades federais. Mentira! Com boa vontade, pode-se dizer que foram seis. Na ponta do lápis, apenas quatro. A exemplo do que se viu no dia 17, as “novas” instituições são meros rearranjos, com desmembramentos e fusões, daquela já existentes. E, como se nota, ele continua o mesmo.
No dia 24 de agosto de 2010 — vai fazer um ano amanhã —, publiquei alguns posts sobre a parolagem de Haddad. Em um deles, listava alguns dados sobre as universidades federais, a saber:
- Poucos sabem, certa imprensa não diz, mas o fato é que a taxa média de crescimento de matrículas nas universidades federais entre 1995 e 2002 (governo FHC) foi de 6% ao ano, contra 3,2% entre 2003 e 2008 - seis anos de mandato de Lula;
- Só no segundo mandato de FHC, entre 1998 e 2003, houve 158.461 novas matrículas nas universidades federais, contra 76.000 em seis anos de governo Lula (2003 a 2008);
- Nos oito anos de governo FHC, as vagas em cursos noturnos, nas federais, cresceram 100%; entre 2003 e 2008, 15%;
- Sabem o que cresceu para valer no governo Lula? As vagas ociosas em razão de um planejamento porco. Eu provo: em 2003, as federais tiveram 84.341 formandos; em 2008, 84.036;
- O que aumentou brutalmente no governo Lula foi a evasão: as vagas ociosas passaram de 0,73% em 2003 para 4,35% em 2008. As matrículas trancadas, desligamentos e afastamentos saltaram de 44.023 em 2003 para 57.802 em 2008;
- Sim, há mesmo a preocupação de exibir números gordos. Isso faz com que a expansão das federais, dada como se vê acima, se faça à matroca. Erguem-se escolas sem preocupação com a qualidade e as condições de funcionamento, o que leva os estudantes a desistir do curso. A Universidade Federal do ABC perdeu 42% dos alunos entre 2006 e 2009.
- Também cresceu espetacularmente no governo Lula a máquina “companheira”. Eram 62 mil os professores das federais em 2008 - 35% a mais do que em 2002. O número de alunos cresceu apenas 21% no período;
- No governo FHC, a relação aluno por docente passou de 8,2 para 11,9 em 2003. No governo Lula, caiu para 10,4 (2008). É uma relação escandalosa! Nas melhores universidades americanas, a relação é de, no mínimo, 16 alunos por professor. Lula transformou as universidades federais numa máquina de empreguismo.
São dados até 2008. Será que se operou uma revolução em dois anos? Ora… Os números divulgados na quarta-feira dão o que pensar. Haddad anunciou a criação de quatro universidades federais, previstas para funcionar em 2014, com um investimento, no período, de R$ 604 milhões. É mesmo, é? Então prestem atenção ao que vem agora.
Se a criação de quatro universidades federais demandarão R$ 604 milhões, como Haddad explica que A REALIZAÇÃO DO ENEM 2011 ESTEJA ORÇADO EM R$ 372,5 MILHÕES? No ano passado, saiu por R$ 128,5 milhões. O TCU achou tão estranho que mandou parar tudo. Atenção! Petista legítimo que é, Haddad deu um jeito de não fazer licitação. O MEC propôs a transformação do Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe), vinculado à Universidade de Brasília, em empresa pública e decidiu contratá-lo, na manha, para aplicar o próximo teste. Foi um truque.
Esse é Haddad. Precisa de quase R$ 400 milhões, sem licitação, para fazer o Enem, mas promete criar quatro universidades federais com R$ 604 milhões.
E como funcionam as novas universidades?
Os potenciais adversários de Haddad deveriam ir até as “novas universidades” para saber como elas funcionam. No dia 25 de agosto do ano passado, publiquei aqui algumas informações. Relembrem:
As fantásticas universidades de Lula, feitas às pressas para que ele possa exaltar o seu desprezo generoso com o ensino universitário, são, na média, um exemplo de precariedade. Em vez de boa parte da imprensa ficar refém do aspismo, deveria apurar como funciona, por exemplo, a Unipampa (Universidade Federal do Pampa), no Rio Grande do Sul. Há quatro anos, divide-se em em instalações provisórias, espalhadas em 10 cidades. Alunos e professores ficam zanzando entre os campi, onde faltam salas e laboratórios.
Funcionam em prédios improvisados a Universidade Federal do Oeste do Paraná (Ufopa), a Federal de Alfenas (MG) e a Universidade federal Tecnológica do Paraná. O mesmo vai acontecer com a Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana), que terá campus em Foz do Iguaçu (PR), com projeto de Oscar Niemeyer. Temporariamente, vai operar no Parque Tecnológico de Itaipu.
Outra boa pauta é a Ufersa (Universidade Federal Rural do Semi-árido), no Rio Grande do Norte. Eis aí: é só o rebatismo da Escola Superior de Agricultura de Mossoró, criada em 1967. O governo quadruplicou as vagas - as vagas! - em quatro anos e prometeu dois novos campi, que só existem no papel. Alunos reclamam que em laboratórios projetos para 20 alunos estão abrigando 50.
Basta ir lá e ver. Como basta pedir ao Ministério da Educação que forneça aqueles números que publiquei aqui ontem. Alguns petralhas se fingindo de educadinhos espernearam: “Cadê a fonte?” Ora, perguntem ao ministro cut-cut da Educação, Fernando Haddad

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

PASTOR SILAS MALAFAIA DETONA OS GAYS NA REVISTA ÉPOCA

Pr. Silas Malafaia em entrevista aborda alguns temas – Confira…

 

Na entrevista concedida para a revista Época desta semana, o pastor Silas Malafaia falou sobre igreja, política e homossexualismo e diz:  “Hoje, sou a maior barreira que existe para aprovarem a lei que criminaliza a homofobia”, afirma.
No ano passado, quando a campanha política pela Presidência da República enveredou para uma discussão


sobre fé e aborto, o pastorevangélico Silas Malafaia virou uma espécie de pivô da disputa eleitoral. Líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no Rio de Janeiro, Malafaia apoiou a candidatura da também evangélica Marina Silva até a véspera do primeiro turno. Quando Marina estava em seu melhor momento, Malafaia abandonou-a e passou a pedir votos para o tucano José Serra, segundo ele mais firme que Marina na oposição ao aborto. Serra perdeu a eleição, mas Malafaia não perdeu os holofotes. Poucos meses após a posse da presidente Dilma Rousseff, ele passou a liderar uma cruzada contra o projeto de lei que pretende criminalizar a homofobia. Loquaz e provocador, usa seus programas de rádio e TV para combater a proposta quase que diariamente. Nesta entrevista, ele critica a Igreja Universal, diz que os políticos não poderão mais esconder suas crenças e tenta explicar sua posição sobre a homossexualidade.
ÉPOCA – O senhor é pastor da Assembleia de Deus, mas, diferentemente de outros líderes evangélicos, é muito ouvido por fiéis de outras denominações. Qual é a diferença?
Silas Malafaia –
Estou na TV há 29 anos ininterruptos e nunca fiz programas para a Assembleia de Deus. Então, o pessoal me codifica como um pregador. Faço um programa interdenominacional. Sempre trabalhei como uma voz apologética em defesa da fé. Por causa disso, acabei conquistando espaço entre outros segmentos. Hoje, existem quatro pastores em rede nacional: Edir Macedo, da Universal, R.R. Soares, da Internacional da Graça, Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, e eu. Sou o único que sempre fiz programa para todo mundo. Não porque sou bom. É porque não tem espaço, amigo.
ÉPOCA – As igrejas evangélicas ainda têm uma imagem muito estigmatizada entre os não evangélicos. Por que, em sua opinião?
Malafaia
– Isso mudou muito, irmão. Hoje, essa história de imagem estigmatizada é cafezinho. Antigamente, nego só botava coisa ruim sobre os evangélicos na televisão, nos jornais. Era só cacete em cima de pastor. Agora tem jogador de futebol evangélico, artista…
ÉPOCA – O senhor acha que alguns líderes evangélicos ajudaram a criar essa imagem estigmatizada?
Malafaia
– É aquela história de perdas e ganhos que todo segmento social sofre. Algumas atitudes fizeram a gente perder, outras fizeram ganhar. Tome o exemplo da Universal e do Edir Macedo. Ele ajudou em algumas coisas e prejudicou em outras. Ele é um cara que fez a igreja evangélica despertar para um evangelismo ousado, igreja aberta o tempo todo. Antes, as igrejas evangélicas abriam duas vezes por semana à noite. O Macedo é que arrebentou com isso, entende? O lado ruim da coisa é o sincretismo.
ÉPOCA – Qual é sua relação com o bispo Edir Macedo?
Malafaia
– A Bíblia tem um texto que diz assim: “Poderão andar dois juntos se não estiverem de acordo?”. Eu já ajudei o Macedo quando ele foi preso, mas eles são separatistas, só veem o lado deles. Então, não me presto a andar com uma pessoa que só quer andar com mão única para ela. Sou a favor de mão dupla: para lá e para cá, entende? O Macedo está isolado, todo mundo sabe. Eles só são evangélicos para os outros quando estão com dor de barriga, quando o pau está quebrando em cima deles ou então por interesse político. A comunidade evangélica está madura e não se presta mais a isso.
ÉPOCA – Nos bastidores, circulou a notícia de que o senhor estaria apoiando o PSD, o partido que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, quer construir. Procede?
Malafaia
– Amigo, não apoio partido nenhum. Apoio pessoas. Meu irmão (o deputado estadual Samuel Malafaia, do PR-RJ) está querendo ir para lá (o PSD), mas isso é problema dele.
ÉPOCA – Qual é sua opinião sobre Kassab?
Malafaia
– Nada a falar contra ele.
ÉPOCA – Mas, no passado, o senhor já se desentendeu com ele…
Malafaia
– Eu o critiquei quando ele fechou uma igreja evangélica do apóstolo Valdemiro Santiago. Ser amigo ou respeitar alguém não significa ser capacho ou concordar com tudo o que essa pessoa faça.
ÉPOCANa eleição presidencial do ano passado, o senhor apoiou Marina Silva no início. Ainda no primeiro turno, passou a pedir voto para o José Serra. Por que mudou de lado? 
Malafaia – Pior do que um ímpio é um cristão que dissimula. A Marina, membro da Assembleia de Deus, sabe que, como uma pessoa de fé, não pode negociar sobre questões de aborto nem de homossexualismo. Ela era contra o aborto, mas por que dizia que faria um plebiscito? Ela quis dar de bacana, jogar para a galera, e eu falei não. Qualquer um podia fazer aquilo, menos ela, por suas convicções de fé.
ÉPOCA – Por que o José Serra?
Malafaia
– Acredito que tinha de me posicionar. Naquele momento, o Serra era o mais adequado para isso. Ele mantinha uma posição firme sobre aborto, que foi o grande debate da campanha desde lá atrás. A Dilma dissimulou a história. Ela se posicionou a favor do aborto para a revista Marie Claire, depois mudou o discurso. O único que se coadunava com meus valores e crenças era o Serra.
ÉPOCA – Em sua opinião, o debate de questões religiosas deverá se repetir nas próximas disputas eleitorais?
Malafaia
– É lógico. Amigo, hoje em dia governante vai ter de dizer em que princípios acredita. Vai ter de botar a cara, porque a comunidade evangélica está bem esperta, madura. Não vai dar para ficar cima do muro. Não queremos que nenhum político tenha a ideia de em que lutamos por uma República evangélica e que, por isso, ele tem de abraçar nossos princípios e mandar todo o mundo às favas. Não estou dizendo também que o cara, para ter apoio dos evangélicos, tem de odiar os homossexuais. Não é radicalismo imbecil e idiota. Se um governante apoiar leis que privilegiam homossexuais em detrimento da sociedade, vamos cair em cima. Hoje, sou a maior barreira que existe para aprovarem a lei que criminaliza a homofobia. E, se abrir a boca para dizer que apoia o aborto, vai ficar feio também.
ÉPOCA – O que é, em sua opinião, a homossexualidade?
Malafaia
– O homossexualismo é comportamental. Uma pessoa é homem ou mulher por determinação genética, e homossexual por preferência apreendida ou imposta. É um comportamento. Ninguém nasce homossexual. Não existe ordem cromossômica homossexual, não existem genes homossexuais. O cromossomo de um homem hétero e de um homem homossexual é a mesma coisa. O resto é falácia, é blá-blá-blá. Só existe macho e fêmea, meu amigo.
ÉPOCA – Por que o comportamento homossexual se desenvolve?
Malafaia
– A Bíblia diz que, aos homens que não se importaram em ter conhecimento de Deus, Ele os entregou um sentimento perverso para fazerem coisas que não convêm. Do ponto de vista comportamental, é promiscuidade mesmo, meu amigo. O ser humano quer quebrar todos os limites. Quanto mais ele quebra limites, mais insaciável se torna. Ninguém nasce homossexual. É a promiscuidade do ser humano.
ÉPOCA – É possível alguém deixar de ser homossexual?
Malafaia
– Nossa igreja está cheia de gente que era homossexual. O cara não nasceu (homossexual). Se não nasceu, amigo… Ninguém nasce homossexual. É uma opção, por uma série de elementos: ou porque foi violentado, ou porque escolheu por modelo de imitação. O ser humano vive por modelo de imitação.
ÉPOCA – E como se dá essa reversão?
Malafaia
– Meu filho, essa reversão é o cara voltar a ser macho e a mulher voltar a ser fêmea. Dar forças para o cara vencer isso. Acredito no poder do Evangelho para transformar qualquer pessoa, inclusive homossexuais.
ÉPOCA – Qual é sua opinião sobre os casos de violência contra homossexuais?
Malafaia
– Vou te dar alguns numerozinhos para a gente poder desfazer essa conversinha fiada para boi dormir. Os números é que vão dizer: no ano passado, 50 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, e 260 eram homossexuais. Que índice é esse para dizer que o Brasil é um país homofóbico? Outro número: mais de 300 mulheres foram assassinadas por violência doméstica em 2010, mas ninguém fala nada. Mais de 100 crianças são assassinadas ou violentamente espancadas por dia, e ninguém fala nada. Sabe por quê? É porque por trás das editorias dos jornais, da televisão existe uma bicharada desgramada que dá toda essa ênfase para eles. Não quero que ninguém morra, amigo, mas o índice (de mortes de homossexuais) é insignificante para a violência que acontece no Brasil. Então, esse é um apelo de propaganda para eles (gays) poderem ter benefícios em detrimento do conjunto da coletividade social. Essa daí é velha, e eu não sou otário. Sei pesquisar os números, e a imprensa não dá os números. Tem mais heterossexual que homossexual sendo assassinado. Você sabe o que é homofobia para os homossexuais? Olhar com cara feia para um gay é homofobia. Não concordar com a prática deles é homofobia. Uma coisa é criticar a conduta, outra é discriminar pessoas. Tudo para eles é homofobia. Essa é a malandragem deles, e eu não caio nessa.
ÉPOCA – Os ativistas homossexuais são heterofóbicos?
Malafaia
– Acho que eles são uns malandros que ganham verba dos governos federal, estadual e municipal para fazer esse papel. São uns malandros oportunistas faturando em cima da grana que as ONGs deles recebem. Essa é a verdade nua e crua. Não é pouca grana, não. E ninguém fala disso. Os ativistas homossexuais são pagos para esse serviço podre que fazem de chamar todo mundo de homofóbico.
ÉPOCA – O que fazer com o comportamento homossexual?
Malafaia
– O comportamento homossexual é um direito que a pessoa tem. O direito de ser é guardado pela Constituição, pelo livre-arbítrio. Não quero que ninguém seja eliminado. Critica-se presidente da República, critica-se pastor, padre, deputado, mas não pode criticar uma prática? Em hipótese alguma. Querer eliminar homossexual é homofobia. Não quero isso. Quero discutir com um homossexual e poder dizer que sou contra a prática dele, assim como os gays podem me dizer que são contra a prática dos evangélicos. Isso é democracia.
ÉPOCA – O que o senhor acha das críticas feitas ao deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) (político contrário às leis que criminalizam a homofobia)?
Malafaia
– Você vai ver o Jair Bolsonaro nas póximas eleições. Ele vai ter três ou quatro vezes mais votos que recebeu na eleição passada. A sociedade brasileira é conservadora, 90% da população é cristã. Desses 90%, os evangélicos e católicos praticantes são 70%. Nós somos maioria absoluta neste país, amigo. Pergunto: qual é o deputado gay que teve uma votação expressiva? Esse Jean Wyllys (deputado federal do PSOL-RJ) entrou na sobra de legenda, com 13 mil votos, pendurado num cara (o deputado Chico Alencar, do PSOL, segundo mais votado do Estado). É o mais famoso dos gays e não tem voto, não tem porcaria nenhuma.
ÉPOCA – Como o senhor reagiria se um de seus filhos ou netos dissesse que é gay?
Malafaia
– Vou melhorar tua pergunta, aprofundá-la. Se algum filho meu fosse assassino, se algum neto meu fosse traficante, se algum filho meu fosse um serial killer e tivesse esquartejado 50, continuaria o amando da mesma forma, mas reprovando sua conduta. Meu amor por uma pessoa não significa que apoio o que ela faz. Daria o Evangelho para ele, diria que Jesus transforma, que ele não nasceu assim, que é uma opção dele.

ISSO É COISA DE PT!!!!!!!!!

domingo, 21 de agosto de 2011

PESQUISA MOSTRA QUE CATOLICISMO CAI NO BRASIL

Encolhimento do catolicismo

Em queda - Santuário de Aparecida: o número de católicos voltou a cair no Brasil
É iminente o anúncio oficial da próxima visita do papa ao Brasil, que acontecerá em janeiro de 2013. Coincidirá com uma péssima notícia para a Igreja: o número de católicos no Brasil, que diminuiu aceleradamente nos anos 80 e 90 e se estabilizou no início da década passada, voltou a cair. É o que revela uma pesquisa inédita feita pelo economista Marcelo Néri, da FGV/RJ, com base em dados do IBGE.
Entre 2003 e 2009, houve uma queda de 7,3% entre os que se declaram católicos. Nesse mesmo período, os evangélicos passaram de 17,9% para 20,2% do total de brasileiros. Hoje, portanto, os católicos somam 68,4% da população — o menor porcentual da história (no início dos anos 80, 90% da população era católica).
A pesquisa mostra outra novidade: proporcionalmente, entre os brasileiros católicos há mais homens do que mulheres. É a primeira vez que isso acontece.
Por Lauro Jardim

ATENÇÃO: LEIA A MATERIA E DEIXE O SEU RECADO

DOAR SANGUE É O AMOR DE FOMRA PRÁTICA

ZAGALO, COMO SER HUMANO, MUITO CONTRIBUIU PARA O ESPORTE BRASILEIRO



EXISTEM UMA VIOLENCIA MACABRA NO SUB MUNDO DA SOCIEDADE BRASILEIRA, ONDE ENVOLVE SEXO, DROGAS, E MUITA MÚSICA SATÂNICA


sexta-feira, 19 de agosto de 2011

PERGUNTAS E RESPOSTAS PARA O PROFESSOR DA ESCOLA DOMINICAL

PERGUNTAS IMPORTANTES PARA O PROFESSOR:
 


I- POR QUE ENSINO?
Essa pergunta pedagógica todo professor da Escola Bíblica Dominical precisa fazer
Porque?
A-  Ela leva o professor a refletir (fazer uma reflexão)
B-   Ela leva o professor a analisar ( fazer uma Análise)
1º- Eu ensino Por que há falta de professor?
2º- Eu ensino por que o pastor nomeou-me professor e eu não quis desagradá-lo?
3º- Eu ensino por que desejo ocupar um cargo na igreja?
4º- Eu ensino por que é minha obrigação?
5º- Eu ensino por que desejo repartir os talentos que o Senhor me confiou?.
6º- Ou eu ensino por que arde no meu coração as palavras do mestre Jesus? (Mt.28.19)

II- O QUE ENSINAREI?
Para o professor da Escola Dominical não pode haver outra resposta senão:
1º- Ensinarei a Bíblia
2º- Ensinarei o conteúdo sadio das lições Bíblicas

O PROFESSOR DA ESCOLA BIBLICA DEVE CONHECER ALÉM DA BIBLIA:
A-  História, geografia, costumes dos tempos bíblicos, filosofia, atualidade
B-   Mas a essência fundamental é conhecer a Bíblia (Hb.12.4)

O PROFESSOR DA ESCOLA BÍBLICA DEVE SER CONCIENTE:
A-  A matéria que ministra é a mais sublime que existe. Porque?
B-   Ela mostra o plano da salvação
C-   A Bíblia desvenda a vida para homem
D-  A Bíblia mostra o destino da alma
E-   Ela mostra o estado espiritual do pecador

PORTANTO, ENSINAR A BÉBLIA  É:
A-  Um privilégio, e o mais nobre dever do homem

III- COMO ENSINAREI?
1º- Com revolta? Com despeito? Com arrogância? Não.
2º- Há professor que não ensina, mas apenas fala em frente a um grupo de alunos.
3º- Outros, são repetitivos, todo domingo a mesma coisa

COMO ENSINAREI?
1º- Com oração
2º- Com o Preparo cuidadoso da Lição Bíblica
3º- Com comunhão com Deus

IV- A QUEM ENSINAREI? (DT. 31.12)
1º- O professor deve ter em mente quem será o seu alvo de ensinamento
2º- As Crianças
3º- Adolescentes
4º- Adulto (ancião)
5º- Jovem solteiro (jovem casado)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

AS LIÇÕES DA VIDA DE ENOQUE


Com base no Livro de Gênises, e no comentário no rodadapé da Biblia de estudo pentecostal; tive a oportunidade de pregar mais uma mensagem da palavra de Deus, sob o tema: AS LIÇÕES DA VIDA DE ENOQUE. 

E ANDOU ENOQUE COM DEUS. Sem dúvida alguma, Enoque distinguiu-se em piedade. Note-se o que a Bíblia diz a respeito dele.

1. Ele andou com Deus -  vivia pela fé em Deus, confiava na sua palavra e promessas (Hb 11.5,6), procurava de toda maneira viver uma vida santa (cf. 1 Jo 1.5-7) e andava nos caminhos de Deus (cf. Am 3.3), mantendo-se firme contra a impiedade da sua geração (Jd 14,15).

2. Enoque era um pregador de justiça que denunciava o pecado e o modo ímpio de vida da sua geração.
Referindo-se a Enoque, Judas 14,15 nos diz que ele clamava contra a impiedade e a imoralidade e advertia as pessoas de que Deus ia trazer um julgamento sobre os homens e as mulheres pelos seus atos ímpios: E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos, para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores
disseram contra Ele .

3. Enoque agradou a Deus (Hb 11.5). Sua vida, mensagem e espiritualidade, agradaram tanto ao Senhor que Ele honrou-o, tirando-o da terra para estar eternamente na sua presença, sem provar a morte. Os crentes atuais devem tomar a vida de Enoque como exemplo, porque nós, de igual modo, vivemos em meio a uma geração má e ímpia. Estamos nós andando com Deus, vivendo em verdadeira santidade, reprovando o pecado e advertindo as pessoas a fugirem da ira vindoura? (At 3.19,20; 1Ts 1.10). E estamos nós esperando Jesus Cristo para nos levar desta terra para estarmos para sempre com Ele? (1 Ts 4.16,17).

DEUS PARA SI O TOMOU. O fato de Enoque ser levado diretamente ao céu sem provar a morte, sub-entende que os justos antes de Abraão, tinham uma viva esperança da vida futura com Deus (Hb 11.5,10; Jó 19.25,26; 2 Rs 2.10,11).

terça-feira, 16 de agosto de 2011

VEREADORES DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS QUREM PROIBIR O KIT GAY

Cidade do interior de SP quer proibir "kit gay" do MEC; votação da lei acontece nesta quinta

Os vereadores de São José dos Campos devem votar, na noite desta quinta-feira (11), um PL (projeto de lei) para proibir a divulgação do ‘kit gay’ do MEC (Ministério da Educação). Esta é a terceira vez que o PL entra na pauta da Câmara dos Vereadores da cidade, que fica a 97 km de São Paulo.
A proposta, apresentada pelo vereador Cristovão Gonçalves (PMDB), tem causado protestos entre representantes do Fórum Paulista GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transexuais) e líderes religiosos.
  • Arquivo pessoal 
  • Para a transexual Marina Reidel, professora da rede pública no RS, os alunos estão prontos para discutir diversidade sexual
O autor do projeto se antecipou à avaliação do MEC (Ministério da Educação), que ainda analisa o conteúdo do material, e afirma que o ‘kit gay’ não é educativo e induz jovens a se tornarem homossexuais. O UOL Notícias entrou em contato com o vereador, mas não obteve retorno.Após fazer uma consulta jurídica, Gonçalves disse que se a lei for aprovada, ela será válida para todas as escolas municipais, estaduais e particulares de São José dos Campos. As instituições que descumprirem a medida poderão receber multa de R$ 1.000, segundo a proposta.

"Absurdo"

Integrantes do Fórum Paulista GLBT, que já protestaram nas primeiras sessões da apresentação do projeto, repudiam a proposta. “É um absurdo a iniciativa deste vereador. Ele está indo contra todo um trabalho que visa a acabar com o preconceito. Vamos combater a homofobia em todas as esferas”, disse um dos representantes do Fórum, Luiz André Moresi.Para o coordenador da Campanha da Fraternidade da Igreja Católica, José Luis Nunes, favorável ao projeto, o MEC deveria se preocupar com outras demandas na educação. “Temos muitas outras coisas para fazer pela educação. O MEC não deve impor esse tipo de situação às pessoas. O assunto não foi resolvido nem internamente [no MEC]. Esse material, pela minha avaliação, é totalmente prejudicial e inoportuno para a sociedade”, disse.

Entenda a polêmica

O kit Escola sem Homofobia, também chamado de kit gay ou kit anti-homofobia, foi suspenso pelo governo após pressão de grupos religiosos na Câmara dos Deputados. As frentes evangélica e católica haviam prometido convocar o ministro Antonio Palocci a explicar a multiplicação de seu patrimônio e abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o MEC. Já o governo nega que a decisão tenha sido política. A presidente Dilma Rousseff declarou que não aceitaria "propaganda de opções sexuais" e que assistiu aos vídeos e não gostou do material. Segundo Haddad, ela teria considerado "inadequada" uma frase de um dos vídeos do kit que haviam vazado na internet.O kit é composto de três tipos de materiais: o caderno do educador, seis boletins para os estudantes e cinco vídeos, dos quais três já estão em circulação na internet. Os boletins deveriam trazer orientações sobre como lidar com colegas LGBT abordando assuntos relacionados a sexualidade, diversidade sexual e homofobia. O material seria destinado a alunos do ensino médio, ou seja, com idade mínima de 14 anos.O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi o mais barulhento oponente do projeto e acusou o ministério de "incentivar a homossexualidade". Ele chegou a mandar imprimir 50 mil cópias de um panfleto contra o plano nacional que defende os direitos dos gays.Já o professor português António Nóvoa acha que o melhor local para discussão do tema não é a sala de aula.  “Trata-se de um diálogo educativo que vai muito além desta”, afirma. “Mas como a comunidade não tem condições ainda de arcar com essa responsabilidade, a solução é deixar a escola assumir parte do trabalho”.

NOSSA HOMENAGEM AO PR JOEL HOLDER


Nascido em 25 de julho de 1942, filho de Percy Holder (em memória) e Judith Lifina Holder. Seus avós vieram das ilhas de Barbados, América Central, na época da construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Casado com Lindoina Fernandes Ramos Holder, com quem tem 3 filhos: Joelna, Joelina e Samuel. Joel Holder serve a Deus desde sua infância. Na sua juventude foi líder de mocidade de sua Igreja por vários anos, tendo sido posteriormente consagrado a diácono, presbítero, evangelista e finalmente consagrado a pastor, e está como pastor presidente da Igreja Evangélica Assembléia de Deus há 17 anos.

Pastor JOEL HOLDER é um exemplo de dedicação, amor e dignidade não só para membros de sua Igreja mas para a cidade de Porto Velho.

A marca de sua ação ministerial é a paciência e o amor. Cumpre-se em seu ministério o que Paulo escreve à Timóteo, em sua primeira carta, cap. 4:vers. 12(b): "...........mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé e na pureza"

DICAS DE COMO ESCREVER EM BLOG

Dez dicas de como escrever bem em blog

2º – Não fale daquilo que não conheça: Quer falar sobre determinado tema e não domina-o? Seja coerente e deixe bem claro seu conhecimento sobre o assunto na introdução ao tema. Você não é obrigado saber de tudo, claro, mas se quer ganhar confiabilidade, consulte um profissional ou outro blogueiro que tenha conhecimento na área para a qual deseja escrever;
3º – Não exagere nos termos técnico: Até por uma questão de lógica não é muito legal encher o texto de termos técnicos sem explicá-lo, lembre-se que você não sabe o nível do usuário que vai ler seu artigo. Seja simples e o mais claro possível, use links externos que apontem para a explicação do termo técnico. Parafraseando o @AcheioByte, seja KISS  (“Keep It Simple, Stupid” (Mantenha isto simples, estúpido), ou seja, descreva o passo a passo, explique o termo, seja claro.
4º – Jamais use jargões sem coloca-los entre “aspas” e nunca use vícios de linguagem, como “vc” para você, “qdo.” para quando, etc, exceto se o seu blog tenha como público-alvo adolescentes, jovens, etc.
5º – Não GRITE com o leitor: Nunca escreve no modo “caixa alta”, ou seja, COM LETRAS EM MAIÚSCULO, na “netiqueta” isso equivale gritar com o usuário, não deixe o leitor estressado, seja educado. Títulos, principalmente, não devem ser em caixa alta.
6º – Respeite o direito de outros: Nunca divulgue imagens, áudio ou vídeo sem o consentimento do autor e, principalmente: Nunca cometa plágio, isso é imperdoável. Nunca coloque músicas ou conteúdos escrito por outra pessoa, para serem baixados(as) no seu blog exceto, se: a) você for o proprietário, b) se o autor autoriza, c) se for do domínio público;
7º – À César o que é de César: Se você não é o dono da frase, termo, artigo original, etc, seja justo em citar o autor ou mesmo lincar o site/blog do autor, isto se chama transparência;
8º – Cuidado com a poluição visual: Tem coisa mais chata que acessar blog lento ou mesmo carregado de propagandas ou imagens? Tem blogueiro que leva o AdSense muito à sério, de cada 5 linhas, uma propaganda, isso é ruim pois pode aumentar a taxa de rejeição, ou seja, o usuário pode deixar seu blog antes mesmo de ler o seu artigo. Estude um pouco de SEO (Técnicas de Marketing para Buscadores) e se não tem intenção de somente faturar com seu blog, diminua a poluição visual do seu blog, use formatos menores e mais leves de imagens, ou mesmo algum plugin que diminua o espaço da imagem e propagandas no seu blog. A indução ao clique também pode levar seu blog às penalidades dos buscadores, fique atento!
9º – Mantenha o foco: Diversificar nem sempre é a melhor alternativa para angariar usuários, portanto mantenha o foco do seu blog. Conheço alguns blogueiros que começaram escrevendo sobre comportamento e agora só falam sobre política… mudou o foco? O perfil do usuário também muda, lembre-se disso.
10 – Escreva pouco mas escreva bem: Todo artista, por mais brilhante que seja, não cria uma obra todo mês, nem todo ano, certo artistas levam anos para produzir uma obra de relevância, por isso, não necessariamente isto seja diferente com um blog. Pesquise, estude, faça testes, consulte, revise e quando estiver pronto, publique. É melhor escrever bem e ter relevância do que “encher lingüiça” só para manter o discipulado.
Atenção: Essas dicas fazem parte do meu ponto de vista, que nem sempre pode ser o seu mas nem por isso precisa me ofender por isto, portanto seja educado e critique, sugira, discorde, concorde, mas moderadamente
Texto do professor: José Ferreira Neto - Analista de Sistema e Informação

domingo, 14 de agosto de 2011

ESGOTAMENTO ESPIRITUAL - PARTE FINAL

As três ordens de Deus


         Em resposta ao esgotamento espiritual de Elias, o Senhor lhe dá três ordens.

        “...e eis que, então, um anjo o tocou e lhe disse: Levanta-te...”
I Reis 19: 5b (grifo meu)

        “E disse-me: Filho do homem, põe-te em pé, e falarei contigo.”
Ezequiel 2: 1

        Toda vez que lemos na Bíblia, o Senhor mandando alguém se levantar é porque Ele quer que esta pessoa esteja na posição correta para ser usado. Deus nos diz também para levantarmos e nos colocarmos na posição que Ele quer para nós. Se não temos mais lido a Palavra, se não temos mais buscado ao Senhor como antes, se não temos mais nos dedicado à oração; o Espírito do Senhor ministra ao nosso espírito: levante-se e coloque-se na posição que Eu quero para poder te usar na minha obra. Levanta-te!

        “...e come.”
I Reis 19: 5c (grifo meu)

        A segunda ordem de Deus a Elias é comer. Mas comer o quê? A Palavra do Senhor. A própria palavra nos manda que voltemos a comê-la. Deus ministra que tenhamos um conserto com a sua Lei.
        Na história da Igreja, sempre que o povo de Deus redescobria a Bíblia, como conseqüência havia avivamento. Ao mesmo tempo em que nos afastamos dos mandamentos do Senhor, nos afastamos também dEle. No entanto, quando nos voltamos para a Palavra, quando a Igreja de Jesus retorna à Bíblia, Deus manifesta-se no meio do seu povo.

        “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.”
João 17: 17

        “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem a Pai, senão por mim.”
João 14: 6

        O senhor Jesus é a personificação da Palavra do Senhor. Definitivamente, Deus quer que voltemos à sua Palavra. Quanto tempo tem sido gasto com outras coisas que não a Lei de Deus!?

        “Ali entrou numa caverna, onde passou a noite. E lhe veio a palavra do Senhor, dizendo: Que fazes aqui, Elias? Vem para fora, e põe-te neste monte perante a face do Senhor, pois ele vai passar.”
I Reis 19: 9 e 11a

        Elias foi a Horebe, o monte de Deus, mas ao invés de se colocar perante Ele, entrou em uma caverna. No entanto, Deus lhe perguntou: “Que fazes aqui, Elias?”
        Caverna não é lugar de profeta, de atalaia, de filho de Deus! O Senhor lhe diz: “O que fazes na caverna? Vem para fora porque Eu ainda quero lhe usar!” Saia da caverna do medo, dos problemas. Deus te chama! “Elias, vem para fora!” Coloque o seu nome no lugar do de Elias.
        Se você se sente como Elias, dizendo: Senhor, eu não tenho mais forças! Eu não consigo mais caminhar. Agora, eu só quero deitar e dormir. Quero ir à Igreja apenas por uma religiosidade. Quero ir à Igreja apenas para ouvir a Palavra, somente para ouvir os louvores, mas sem compromisso com a obra de Deus. Se você tem estado na caverna, o Senhor ministra ao teu espírito: Saia da caverna e vem para fora!

sábado, 13 de agosto de 2011

PETISTA NÃO DISSE NADA SOBARE OS LARAPIOS

Petista compara ação da PF a “arbitrariedades da ditadura”; sobre os larápios, ele não diz uma vírgula
O descaramento dos petistas é um troço formidável. O partido tem sido mais estridente nas críticas à Polícia Federal do que o próprio PMDB. Vejam o que informa Vera Magalhães na Folha Online. Volto depois.
O deputado federal Carlos Zaritini, um dos pré-candidatos do PT a prefeito de Paulo, comparou neste sábado a ação da Polícia Federal na Operação Voucher a “arbitrariedades cometidas na época da ditadura”. Zaratini abriu seu discurso na caravana petista com os pré-candidatos em Cidade Tiradentes (zona leste da capital) brandindo a Primeira Página da Folha em que aparecem as fotos de seis dos presos na ação da PF no Ministério do Turismo sem camisa e com um papel com seus nomes.
“Há muito tempo não se via tanto abuso quanto nesta operação da Polícia Federal. Isso remonta às arbitrariedades cometidas na ditadura”, disse. Ele cobrou do ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), também petista, que “tome uma atitude para que haja o fim nessas arbitrariedades”. “Se não nos indignarmos, em breve vamos ver de novo a tortura legalizada no nosso país”, disse.
Imagens
Neste sábado, o governo do Amapá afirmou em nota que abrirá uma sindicância para apurar o vazamento de fotos de presos na Operação Voucher. As imagens foram publicadas em um jornal do Amapá na sexta-feira e mostram alguns dos detidos sem camisa, segurando placas com seus nomes. Entre os presos que aparecem nas fotos está o secretário-executivo do ministério, Frederico Silva da Costa, e o ex-presidente da Embratur Mário Moysés.
As fotos foram feitas no Instituto de Administração Penitenciária, que é administrado pelo governo estadual. Ontem, a presidente Dilma Rousseff considerou inaceitável o vazamento de fotos. Deflagrada na terça-feira (8), a Operação Voucher prendeu um total de 36 pessoas, em São Paulo, Brasília, Curitiba e Macapá. Eles já foram soltos. Ao todo 38 mandados de prisão foram expedidos na ação que envolveu 200 policiais. Duas pessoas seguem foragidas. As investigações começaram em abril e apontaram possíveis irregularidades em um convênio de R$ 4,45 milhões firmado entre o Ministério do Turismo e o Ibrasi (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável).
ComentoApontei abusos da PF desde o primeiro dia, como sabem. A divulgação das imagens é mesmo uma barbaridade, e os responsáveis devem ser severamente punidos. Mas onde estava o indignado Zaratini nos oito anos de governo Lula? Por que protesta só agora? Enquanto as ações da PF expunham adversários à humilhação, tudo ia bem; agora, ele descobriu o estado de direito. A cara-de-pau dessa turma clama aos céus.
Não! Eu não defendo ilegalidades de ninguém. Ilegalidade também é o que pretende a presidente Dilma ao exigir ser previamente avisada sobre operações da PF. Sem essa! A Polícia Federal nem pode cometer abusos nem pode ter cassadas suas prerrogativas. Eu posso criticar à vontade porque cobro uma polícia independente há muitos anos; os petistas deveriam calar a boca: tentaram transformar uma polícia que serve a estado numa polícia política. Só não foram adiante porque o STF — muito especialmente o ministro Gilmar Mendes — colocou-lhes um freio. Agora que a ação colheu os aliados e uma figura graúda do partido, então vem essa reação histérica.
Notem ainda que, ao lado de protestar contra os abusos, os petistas também poderiam  censurar os larápios. Mas não dizem uma vírgula a respeito. Até parece que a PF meteu em cana por alguns dias um grupo de carmelitas descalças…
Por Reinaldo Azevedo

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

A ESCOLA DOMINICAL EO PROFESSOR

E ESCOLA DOMINICAL E O PROFESSOR

O professor é peça fundamental no processo de ensino nas escolas dominicais, a maioria deles exercem suas funções de forma voluntária; e para que as suas aulas ornem mais interessantes é preciso: Siga os passos abaixo

 



01º - ORAR – pedindo a Deus direção, revelação, iluminação, inspiração para uma compreensão melhor da Lição.
A - Direção – isto é, o rumo que deve tomar para atingir os objetivos da lição, os objetivos devem ser aplicado primeiro na vida do professor, depois na vida dos alunos. 
B - Revelação ICo.2:10 é a ação de Deus que nos faz conhecer, parte das escrituras, até então desconhecidas.
C - iluminação Ef.1:18 1Co. 2.12 é a ação do Espirito Santo, que nos ilumina a entender aquilo que nos foi revelado.
D - Inspiração 1Co. 2.13 é a ação do Espirito Santo que nos da unção para Ensinar aquilo que nos foi revelado e iluminado.

02º - INTERPRETAR- ou seja, descobrir o foco principal da lição, procurar intender o que o escritor quer transmitir.
Exemplo.
Com a interpretação dos textos da lição, o professor irá descobrir outros objetivos da lição, a sua aplicação, e o efeito nos alunos. E traduzir o texto, as palavras difíceis para a linguagem do aluno.

03º - INTRODUZIR – é a parte mais importante da aula para o professor.
Através dela os alunos assimilarão o conteúdo a ser estudado. O professor poderá usar a própria introdução da lição, ou pode ele mesmo fazer a introdução em forma de preleção. É importante o professor recitar o tema da Lição porque é exatamente o conteúdo a ser desenvolvido, dentro da introdução o seria bom o professor enfatizar os tópicos principais da lição que são as divisões básica do conteúdo.
- O professor deve dar vida entusiasmo ao tema e os tópicos, Isso ira despertar interesse nos alunos, pois a partir daí eles terão uma visão panorâmica do assunto a ser discorrido. 

04º - LER – Ao ler a lição na classe, leia de maneira audível e pausadamente, respeitando as vírgulas, acentos gráficos, pontos e parágrafos.
Uma leitura errada trará prejuízo ao aprendizado, alem de desvirtuar a direção da lição, e dá impressão que o professor não estudou. E o aluno não irá mais acreditar na capacidade do professor.
- O professor deve habituar-se a ler com calma em casa, e se possível repetir as palavras mais difícil que aparece na lição.
-         O Professor deve ler todas as referencias bíblicas que aparece na lição durante a semana, ler o texto e contexto.
-         O professor deve pedir aos alunos durante a aula para ler as referencias bíblicas quando necessário, isso é bom para os alunos participar mais das aulas.

05º - TER – Ao estudar a lição o professor precisa Ter em mãos.
- Um dicionário da língua portuguesa, para verificar o significado das palavras difíceis que aparece na lição, de maneira gramatical.
- Um dicionário de teologia, para verificar o sentido da palavra de maneira teológica.
Exemplo.

6º - UTILIZAR – Os subsídios contidos na bíblia de estudo pentecostal,
A própria lição fornece uma biografia, que muito ajudará a rechear a aula, com ilustração fatos do momento, experiência próprias etc.
- O Professor precisa saber usar esses subsídios, relacionando-os de acordo com o conteúdo da lição.
Exemplo.
Testemunho, parábola, fato do dia a dia.

07º - PESQUISAR – O professor precisa usar-se da pesquisa.
Em bons livros, revistas, jornais, isso irá capacita-lo, só que é preciso Ter cuidado com Certos tipos de literatura, é aconselhável a pesquisar livros que segue a nossa linha doutrinária, a CPAD.