quinta-feira, 30 de junho de 2011

AS CAUSAS E A SOLUÇÃO DAS DIVISÕES NA IGREJA

AS CAUSAS DAS DIVISÕES NA IGREJA DE CORINTO

1. Havia Muito Carnalidade na Igreja em Corinto. 1ºCo.3.1-3

“Porque ainda sois carnais” o crente carnal perde a visão do reino de Deus e passa a criar e crer em um evangelho que vai de encontro com as suas necessidades, procura adaptar e adequar os seus pecados ao evangelho, isto causa divisão na igreja a carnalidade; somente através de jejum e oração é que o crente vence os desejos da carne.

2º - Faltava Maturidade Espiritual na Igreja em Corinto. 1Co. 3.1-2 
Paulo disse: “Eram Meninos em Cristo” o cristão que já nasceu de novo tem que prosseguir crescendo, correndo para o alvo que é Cristo; Pedro disse que é para o cristão crescer em duas dimensões na graça de Deus e no conhecimento do Senhor Jesus Cristo. Cf. 2Pd. 3.18

3º - Falta de Conhecimento das Doutrinas Bíblica.
A falta do conhecimento levou-os a cometer as facções e as mais diversas divisões. Oseías quando bradou dizendo Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor, ele estava dizendo pelo Espírito Santo que se faltar o conhecimento das doutrinas bíblicas é possível o cristão ser vulnerável as divisões facciosas.  

O REMÉDIO PARA A CURA DA DIVISÃO NA IGREJA.
1. Reconhecer a Autoridade e o Senhoria de Cristo.
Reconhecer e submeter humildemente ao senhorio de Cristo, sujeitar a Deus resistir o diabo ele fugirá, a submissão a obediência é fundamental na vida cristã.

2. Reconhecer que as Divisões Provocam estrago a Igreja de  Cristo. 1Co.3.9,17
E quem as promove pode sofrer julgamento divino, e a divisão é obra do inimigo, o inimigo é o adversário numero um da igreja e luta constantemente para dividir a igreja, quando reconhecemos que a igreja é o corpo de Cristo e não pode ser divido temos autoridade de Cristo em nos. cf.1Co.12.25.

3. Reconhecer que o amor promove e fortalece da Igreja
Somente através do amor Cícero a Deus, teremos condições de superar todas as dificuldades que surgirá na igreja, principalmente o espírito de divisão.

4. Crer no Poder do Sangue de Jesus Cristo. Cl.1.20
Esse é o principal remédio para banir do meio da igreja o espírito de divisão, seja de qualquer origem ele não resiste o poder do sangue do Senhor Jesus Cristo.

5. Reconhecer que o poder eclesiástico é temporal e não vitalício.
Quando se tem noção que o poder eclesiástico não é vitalício é temporal, evita-se muitas divisões e facções; na verdade, muitas divisões são resultados da vitalicidade em cargos eclesiásticos.

ANDOU ENOQUE COM DEUS; E VOCÊ?

Pela bondade de Deus tive a honra e pregar mais uma mensagem da palavra de Deus, subordinado ao tema: ANDOU ENOQUE COM DEUS, E VOCÊ?

Gn.5.22 E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Metusalém, trezentos anos e gerou filhos e filhas.
Gn.5.23 E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos.
Gn.5.24 E andou Enoque com Deus; e não se viu mais, porquanto Deus para si o tomou.

1. Enoque andou com Deus.
2. Enoque Andou com Deus 300 anos
3. Enoque andou sem Deus, 65 anos
4. Deus tomou Enoque para Si.
Qualidades de Enoque.
1. Santo
2. Honesto
3. Fiel
4. Fé inabalavel em Deus.
5. Respeitoso.


Mauricio Brito, pastor da Igreja Assembleia de Deus, fone para contato 69- 92244161. ferreirabrito.mauricio@gmail.com

terça-feira, 28 de junho de 2011

PRINCIPIOS PARA FELICIDADE NO CASAMENTO

PRINCÍPIOS PARA FELICIDADE NO CASAMENTO
1º Ter Jesus como âncora e socorro.  Com certeza os conflitos virão, e ainda que desenvolvamos e observemos os princípios bíblicos, mas, Jesus estamos fadados ao fracasso. (Festas de Caná) Jo 2.1ss

2º - Fidelidade. A TV, e a falsa psicologia ensinam que, fidelidade é coisa do passado, mas ela é o sustentáculo do casamento feliz. Malaquias 2.14

3º - Amor Recíproco. I Co 13- 4-7. “O amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Os Três Tipos De Amor Que Deve  Estar Presente No Casamento.
1º Amor Ágape – esse amor vem de Deus, e aquele amor que leva a pessoa dar alguma coisa para beneficiar a outra, foi com esse amor que Cristo amou a sua Igreja. Jo. 13.35
2º Amor Eros – esse amor é que leva a pessoa a sentir atração sexual, romântico e puro. Esse amor também fala de amor conjugal, instinto sexual. 1º Pd. 3.7
3º Amor Philio – (filantrópico) esse amor fala de companheirismo, amizade dedicação, cooperação. Jo. 21.15

4º Fazer a Escolha Certa. Uma escolha errada trás sérias consciências; Escolher a pessoa certa requer: Oração, compromisso, e sensibilidade espiritual e sabedoria. Escolha cônjuges que vivam para Deus, e com Deus; na escolha um outro elemento importante é a maturidade espiritual e social do individuo.
5º - Manter o Equilíbrio:  Deve prevalecer a verdade; a compreensão, saber perdoar, e pedir perdão.
Um Homem + Uma Mulher = Uma Só Carne ou 1 + 1 = 1
a) Manter os pais fora. "Por isso deixará..." (Gn 2.24; Ef 5.31)
b) Entrega de Um ao Outro sem reservas. "E se unirá..."
c) Aceitando Um ao Outro como parte de Si Mesmo. "E se tornarão..."
d) Interdependência dos cônjuges.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O JUIZ JERONIMO VILAS BOAS TEM MEU APOIO PORQUE AGIU CONFORME MANDA A CONSTITUIÇÃO

MEUS AMIGOS E IRMÃOS;

Vamos apoiar o juiz Jeronymo Vilas Boas, pastor da Assembleia de Deus, não somente porque ele é pastor, mas, porque agiu de forma justa e correta respeitando a constituição

1. STF
Não é competência do STF alterar a constituição; a constituição deve ser respeitada; o STF não esta acima da CONSTITUIÇÃO; mas, devem se submeter a ela como todos os cidaões brasileiro.

2. CONGRESSO NACIONAL
È de competência do congresso nacional fazer as alterações na constituição através de EMENDAS CONSTITUCIONAIS; porém, no caso de alterar o texto constitucinal é preciso que se instale uma AASEMBLEIA CONSTITUINTE.

3. O JUIZ
Neste sentido o juiz que anulou a união de pessoas do mesmo sexo agiu de forma correta e constitucional, simplesmente ele fez cumpir o artigo 226 da constituição.

4. FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA

Frente Parlamentar Evangélica apoia juiz que anulou união gay


Frente Parlamentar Evangélica apoia juiz que anulou união gay
A Frente Parlamentar Evangélica na Câmara dos Deputados formalizou nesta quarta-feira apoio à decisão do juiz Jeronymo Villas Boas, da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, que anulou, no início da semana, a união estável do casal Liorcino Mendes e Odílio Torres, e ampliou a proibição de reconhecimento de uniões homoafetivas em todo o Estado de Goiás.

A decisão do magistrado vai contra o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que, no início de maio, havia decidido, por unanimidade, reconhecer união estável entre pessoas do mesmo sexo e estender a parceiros homossexuais direitos hoje previstos a casais heterossexuais.

Na ocasião, o Plenário da Suprema Corte não delimitou a abrangência da decisão e tampouco atestou, por exemplo, autorização a casamentos civis entre gays ou o direito de registro de ambos os parceiros no documento de adoção de uma criança. Com a futura publicação do acórdão do julgamento, os cartórios não deverão se recusar, por exemplo, a registrar um contrato de união estável homoafetiva, sob pena de serem acionados judicialmente.

Presente em um ato nesta quarta na Câmara dos Deputados em prol de sua decisão de anular a união civil, o juiz Jeronymo Villas Boas disse ser pastor evangélico e afirmou não promover discriminação. "Sou pastor da Assembleia de Deus Madureira e não nego minha fé. Não estou discriminando ninguém. A nossa legislação ainda não permite casamento entre pessoas do mesmo sexo. Essa relação de fato ainda não foi admitida. Eu, como indivíduo, tenho o direito de exercer minha fé. A decisão não interfere nos meus atos", afirmou.

Fonte: Terra

Assistam o video da entrevista do juiz no fantastico


Nós estamos na luta em defesa da familia; quero convidar a você a entrar nesta luta; deixe aqui a sua participação, sua opinião, ou uma palavra de apoio ao juiz Jeronymo. Não podemos ceder ao pecado da prática homossexual, que o atual governo quer a todo custo institucionalizar no Brasil.

Ruy Fabiano é jornalista, Explica a causa gay

Em torno da causa gay

Toda a campanha em favor da causa gay, e que orienta a aprovação do projeto de lei 122, em tramitação no Senado, parte de uma mesma premissa: haveria, no Brasil, um surto de homofobia – isto é, hostilidade e ameaça física aos gays.
A premissa não se sustenta estatisticamente. Os números, comparativamente aos casos gerais de homicídios anuais no país – cerca de 50 mil! -, são irrelevantes.
Segundo o Grupo Gay da Bahia, de 1980 a 2009, foram documentados 3.196 homicídios de homossexuais no Brasil, média de 110 por ano.
Mais: não se sabe se essas pessoas foram mortas por essa razão específica ou se o crime se deu entre elas próprias, por razões passionais, ou pelas razões gerais que vitimam os outros 49 mil e tantos infelizes, vítimas do surto de insegurança que abala há décadas o país.
Se a lógica for a dos números, então o que há é o contrário: um surto de heterofobia, já que a quase totalidade dos assassinatos se dá contra pessoas de conduta hetero.
O que se constata é que há duas coisas distintas em pauta, que se confundem propositalmente e geram toda a confusão que envolve o tema.
Uma coisa é o movimento gay, que busca criar espaço político, com suas ONGs e verbas públicas, ocupando áreas de influência, com o objetivo de obter estatuto próprio, como se opção de conduta sexual representasse uma categoria social.
Outra é o homossexualismo propriamente dito, que não acrescenta nem retira direitos de cidadania de ninguém.
Se alguém é agredido ou ameaçado, já há legislação específica para tratar do assunto, independentemente dos motivos alegados pelo agressor. Não seria, pois, necessário criar legislação própria.
Comparar essa questão com o racismo, como tem sido feito, é absolutamente impróprio. Não se escolhe a raça que se tem e ver-se privado de algum direito por essa razão, ou previamente classificado numa categoria humana inferior, é uma barbárie.
Não é o que se dá com o homossexualismo. As condutas sexuais podem, sim, ser objeto de avaliação de ordem moral e existencial, tarefa inerente, por exemplo (mas não apenas), às religiões.
Elas – e segue-as quem quer – avaliam, desde que existem, não apenas condutas sexuais (aí incluída inclusive a dos heterossexuais), mas diversas outras, que envolvem questões como usura, intemperança, promiscuidade, infidelidade, honestidade etc.
E não é um direito apenas delas continuar sua pregação em torno do comportamento moral humano, mas de todos os que, mesmo agnósticos, se ocupam do tema, que é também filosófico, político e existencial.
Assim como o indivíduo, dentro de seu livre arbítrio, tem a liberdade de opções de conduta íntima, há também o direito de que essa prática seja avaliada à luz de outros valores, sem que importe em crime ou discriminação. A filosofia faz isso há milênios.
Crime seria incitar a violência contra aqueles que são objeto dessa crítica. E isso inexiste como fenômeno social no Brasil. Ninguém discute o direito legal de o homossexual exercer sua opção. E a lei lhe garante esse direito, que é exercido amplamente.
O que não é possível é querer dar-lhe dimensão que não tem: de portador de direitos diferenciados, delírio que chega ao extremo de se cogitar da criação de cotas nas empresas, universidades e partidos políticos a quem fez tal opção de vida.
Mesmo a nomenclatura que se pretende estabelecer é falsa. A união de dois homossexuais não cria uma família, entendida esta como uma unidade social estabelecida para gerar descendência e permitir a continuidade da vida humana no planeta.
Casamento é instituição concebida para organizar socialmente, mediante estatuto próprio, com compromissos recíprocos, a geração e criação de filhos.
Como aplicá-lo a outro tipo de união que não possibilita o que está na essência do matrimônio? Que se busque então outro nome, não apenas para evitar confusões conceituais, mas até para que se permita estabelecer uma legislação que garanta direitos e estabeleça deveres específicos às partes.
Há dias, num artigo na Folha de S. Paulo, um líder de uma das muitas ONGs gays do país chegou a afirmar que a heterossexualidade não resultaria da natureza, mas de mero (e, pelo que entendi, nefasto) condicionamento cultural, que começaria já com a criança no ventre materno.
Esqueceu-se de observar que, para que haja uma criança no ventre materno, foi necessária uma relação heterossexual, sem a qual nem ele mesmo, que escrevia o artigo, existiria.
Portanto, a defesa de um direito que não está sendo contestado – a opção pelo homossexualismo – chegou ao paroxismo de questionar a normalidade (e o próprio mérito moral) da relação heterossexual, origem única e insubstituível da vida. Não há dúvida de que está em cena um capítulo psicótico da história.

Ruy Fabiano é jornalista

domingo, 26 de junho de 2011

ASSEMBLEIA DE DEUS PÓS CENTENÁRIO

ASSEMBLEIA DE DEUS PÓS CENTENÁRIO O QUE ESPERAR?

Muita festa, muita alegria, muita comemoração. É o centenário da Assembleia de Deus no Brasil. E agora o que faremos? O que seremos no próximo centenário? Como sobreviveremos as próximas crises? como sobreviveremos a nossa vaidade? O que acontecerá com a geração seguinte? São perguntas desafiadoras que nós desta geração precisamos encontrar respostas.

Temos uma história linda. Podemos afirmar como Churchil: Uma história com a marca de sangue suor e lágrimas. Uma história de simplicidade e fé. Uma história de heroismo e de lutas. Uma história de amor e renuncia. Uma história de superação. Uma história de vitória. Mas agora o que será? O que a nossa geração precisa fazer?

1 - Nossa geração precisa fazer uma revisão de rumos. Precismos concertar erros históricos os quais cometemos. Nos últimos anos começamos uma luta pelo poder. Para chegar ao poder líderes chmados de "homens de Deus" fizeram tantas barbaridades. Homens avarentos dirigindo o povo de Deus. Homens amantes da fama e do nome disto ou daquilo fazem qualquer coisa para ter em detrimento do ser. Homens que mentem, caluniam e detonam a imagem dos colegas pelo poder. Atos errados ou equivocados. Estratégias diabólicas para levar vantagem sobre o rebanho do Senhor. Falta de temor de Deus. Manipulação do sagrado em proveito próprio. Geração dos donos da obra. Creio que nós que somos líderes do povo de Deus precisamos rapidamente de concertar nossos erros e concertar nossos rumos. Precisamos pedir perdão ao Senhor e voltar a temê-lo e revernciá-lo. Precisamos pegar o caminho de volta aos pés do mestre.

2 - Precisamos restaurar uma vida de oração e jejum. Este era um segredo da igreja primitiva e da igreja que nasceu há cem anos atrás. Aqueles servos de Deus oravam muito mais que nós. Neste ponto nós pedemos muito. Nos afastamos muito desta origem vitoriosa. Que Deus nos ajude a restaurar uma vida de oração na igreja do Sec 21.

3 - Precisamos restaurar uma vida de humildade e quebrantamento espiritual. Através deste quebrantamento Deus vai nos livrar desta luta pelo poder que está destruindo as bases de nossa igreja. Prrecisamos voltar a depender mais do Senhor.

4 - Precisamos nutrir as estratégias históricas e desenvolver novas estratégias de crescimento da igreja. Não podemos desprezar o corpo a corpo que fez nossa igreja crescer e se tornar a maior igreja evangélica do ocidente e principalmente do Brasil. É o trabalho casa em casa, a distribuição de literatura, o convite para o culto a noite e os cultos ao ar livre. Mas tambem precisamos usar de forma assertiva os meios de comunicação: a internet, a tv, o rádio, os sites, blogs, twiter, sites de relacionamento, sites sociais e todas as ferramentas disponiveis. Não deixemos o diabo corromper o povo com as ferramentas que podemos usar para abençoar.

5 - Este é o momento de descobrir novos talentos. Existe uma geração de pregadores jovens que poderão ser os novos líderes para uma nova geração. Os líderes experientes podem muito bem fazer uma grande obra ao lados destes jovens obreiros.

6 - Precisamos restaurar o primeiro amor. A igreja cresceu com muito amor fraternal. Amor de Cristo. Vamos transformar nossa igreja numa grande familia. Nosso lema deve ser amar jovens, adolescentes, idosos e todos. Não adianta usar toda tecnologia do mundo sem ter um profundo amor em nossas vidas e nossas ações. Com amor esta igreja jamais será vencida.

7 - Vamos buscar um grande avivamento. Avivamento que mude nossa mentalidade mundana numa mentalidade espiritual. Avivamento que nos leva a amar ao Senhor e seus servos mais que nssos cargos e vantagens. Avivamento que nos leve a uma vida de dedicação e muita fé. Avivaento que nos restaure uma igreja de milagres e crescimento saudável.

Que tenhamos dias melhores num futuro de vitoria, amor e paz.

Abraço Pr israel
fonte: http://adesalpastorisrael.blogspot.com/

sexta-feira, 24 de junho de 2011

MARCHA PRA JESUS

Marcha pra Jesus em SP tem ampla cobertura da mídia televisiva secular.

Eis aí os 3 links com matérias:

Matéria na Globo

tp://g1.globo.com/videos/jornal-nacional/v/evangelicos-demonstram-fe-na-marcha-para-jesus-em-sao-paulo/1544973/#/Edi%C3%A7%C3%B5es/20110623/page/1


Matéria no SBT

Agora na BAND

quinta-feira, 23 de junho de 2011

PRECISAVAMOS DE SÓ DE MAIS UNS DEZ SILAS MALAFAIA.

STF rasgou a Constituição ao permitir união entre gays, diz pastor

O pastor da Assembleia de Deus Silas Malafaia afirmou nesta quinta-feira, durante a 19ª edição da Marcha para Jesus, em São Paulo, que o STF (Supremo Tribunal Federal) rasgou a Constituição ao permitir a união entre homossexuais e liberar a Marcha da Maconha.
"Se governador, prefeito e presidente for contra a família, não vai ter o nosso voto. Se amanhã alguém quiser fazer a marcha a favor da pedofilia, vai pode fazer", disse Malafaia. "Não estamos querendo fundar o Estado evangélico", reiterou.
Malafaia apoiou o tucano José Serra na campanha presidencial do ano passado.
Milhares de fiéis participam desde as 10h de hoje do evento religioso no centro de São Paulo. A Polícia Militar e a organização do evento ainda não têm uma estimativa do número de participantes. Entre os presentes também estão o casal fundador da Igreja Renascer em Cristo, Estevam e Sônia Hernandes, e o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).
"Meu Deus é o dono do ouro e da prata. Enquanto meu Deus age, ninguém pode impedir", disse a bispa Sônia.
O evento partiu da praça da Luz (centro) às 10h e percorreu quatro quilômetros até a praça Heróis da FEB (zona norte).
A partir das 14h, começam os atos religiosos e os shows de música gospel. A previsão é que o evento termine por volta das 21h.
No ano passado, segundo a Polícia Militar, a Marcha reuniu 2 milhões de pessoas. Os organizadores esperavam 5 milhões. Neste ano, eles preferiram não divulgar uma estimativa.
De acordo com a Renascer, 800 caravanas com 35 mil pessoas de outras cidades virão para o ato.
Haverá representantes de outras igrejas como Assembleia de Deus, Bola de Neve, Batista Betel e Sara Nossa Terra.
Segundo a CET (Companhia de Engenheira de Tráfego), a avenida Tiradentes, entre a avenida do Estado e túnel Tom Jobim, está interditada desde as 6h na pista local e desde as 9h na expressa.
A praça Campos de Bagatelle está interditada desde as 6h e ficará até as 23h. Já a avenida Olavo Fontoura está bloqueada desde as 9h30 e ficará até as 15h.
A praça Heróis da FEB e a avenida Santos Dumont, ambos os sentidos, foram bloqueadas no trecho correspondente entre a avenida Brás Leme e a rua Santa Eulália às 22h de ontem e permanecerão até as 23h desta quinta-feira.

Mario Angelo/Sigmapress
Fiéis participam da Marcha para Jesus em São Paulo
Fiéis participam da Marcha para Jesus em São Paulo

XX EBOADERON EM JARU RONDONIA

http://www.cemaderon.com/eboaderonxx/eboaderonxx.jpg
A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Jaru Presidida pelo ilustre pastor MANOEL CARDOSO DA CRUZ, sediará a XX EBOADERON - Escola Biblica de Obreiros, que será realizada nos dias 13 a 16 de julho de 2011. Os Renomados pastores-mestres estarão ministrando:

http://1.bp.blogspot.com/-QcnMo1AKD0A/Tee9vDrsNKI/AAAAAAAAAo4/vWMav6TFuus/s1600/Pr_Silas+Daniel.jpg
Pr. Silas Daniel (RIO DE JANEIRO) estará ministrando sob o tema: A história da teologia pentecostal no Brasil.

http://2.bp.blogspot.com/-CAIDhCIPmeo/Tee98KVdXPI/AAAAAAAAAo8/hdjE3__Wo5A/s1600/ALTAIR+GERMANO+2.JPG
Pr. Altair Germano (PAULISTA-PE) membro do CEC da CGADB, estará ministrando a materia: Escola Dominical Inclusiva. 
http://3.bp.blogspot.com/-IMNr_m754Rc/Tee-EMy7P4I/AAAAAAAAApA/81Q5AkrknCU/s1600/elienai+cabral.jpg
Pr. Elienai Cabral (SOBRADINHO-DF) ministrará sobre a Pregação e pregadores pentecostais.

http://2.bp.blogspot.com/-xSMsQX96Yr8/Tee-KxteaPI/AAAAAAAAApE/r4U3UDUBTXc/s1600/Eliel_Gaby.jpg
Pr Eliel Gaby (CURITIBA – PR) estará ministrando sobre a Doutrina do Espirito Santo.

http://adcotia.org.br/cgadb/5secretario.jpg
Pr Lucifrancis Barbosa (SANTANA-AP) estará ministrando o tema: A Teologia e a Pratica Pastoral.

As Informações poderão ser adquiridas através do fone 3521-3070 - com o irmão Jovercino José de Paula.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

VAMOS APOIAR O JUIZ JERONYMO VILLAS BOAS PASTOR DA ASSEMBLEIA DE DEUS

Frente Parlamentar Evangélica apoia juiz que anulou união gay

Jeronymo Villas Boas é pastor da Assembleia de Deus

Frente Parlamentar Evangélica apoia juiz que anulou união gay
A Frente Parlamentar Evangélica na Câmara dos Deputados formalizou nesta quarta-feira apoio à decisão do juiz Jeronymo Villas Boas, da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, que anulou, no início da semana, a união estável do casal Liorcino Mendes e Odílio Torres, e ampliou a proibição de reconhecimento de uniões homoafetivas em todo o Estado de Goiás.

A decisão do magistrado vai contra o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que, no início de maio, havia decidido, por unanimidade, reconhecer união estável entre pessoas do mesmo sexo e estender a parceiros homossexuais direitos hoje previstos a casais heterossexuais.

Na ocasião, o Plenário da Suprema Corte não delimitou a abrangência da decisão e tampouco atestou, por exemplo, autorização a casamentos civis entre gays ou o direito de registro de ambos os parceiros no documento de adoção de uma criança. Com a futura publicação do acórdão do julgamento, os cartórios não deverão se recusar, por exemplo, a registrar um contrato de união estável homoafetiva, sob pena de serem acionados judicialmente.

Presente em um ato nesta quarta na Câmara dos Deputados em prol de sua decisão de anular a união civil, o juiz Jeronymo Villas Boas disse ser pastor evangélico e afirmou não promover discriminação. "Sou pastor da Assembleia de Deus Madureira e não nego minha fé. Não estou discriminando ninguém. A nossa legislação ainda não permite casamento entre pessoas do mesmo sexo. Essa relação de fato ainda não foi admitida. Eu, como indivíduo, tenho o direito de exercer minha fé. A decisão não interfere nos meus atos", afirmou.

Fonte: Terra

JUIZ QUE CANSELOU A UNIÃO GAY FALA AOS DEPUTADOS

Juiz que cancelou união gay diz que agiu por Deus

 "Deus me incomodou, como que me impingiu a decidir", disse o juiz Jeronymo Villas Boas, que cancelou um registro de união estável de um casal de homens na semana passada, em Goiânia.
A declaração do magistrado foi dada na manhã desta quarta-feira, na Câmara dos Deputados, em um ato das frentes parlamentares Evangélica e da Família e de lideranças evangélicas em defesa do juiz.
Apesar de afirmar que sua decisão não é discriminatória e "se resume ao controle de legalidade do ato" específico do casal de Goiânia, que não teria preenchido todos os requisitos necessários para o registro da união, Villas Boas deixou claro seu descontentamento com a decisão do STF que reconheceu a união estável para casais gays. "Eu respeito a Constituição como ela foi escrita."
Em vários momentos de sua fala, o juiz fez referências a Deus e à fé dos presentes. Ao argumentar que um juiz não pode ter medo ao proferir suas decisões, disse temer "a Deus, não aos homens".
Após o ato, questionado sobre a eventual influência da religião na sua decisão, Villas Boas se irritou e ensaiou deixar o local. "Eu, como você, tenho direito a expressar a minha fé e sou livre para exercer o meu ministério. Isso não interfere nos meus julgamentos. Mas sou pastor da Assembleia de Deus Madureira. E não nego a minha fé."
O juiz disse ainda que está tranquilo e seguro da decisão que tomou e que, se não for "impedido por decisão superior", vai fazer o mesmo controle com outros registros de uniões homoafetivas.
Deputados da bancada evangélica presentes declararam apoio irrestrito ao magistrado. "Essa desobediência santa nos inspira", afirmou o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ).

UM CASAMENTO FELIZ


1º - QUAL A ORIGEM DO CASAMENTO?
A Origem do Casamento é Divina, ele foi planejado por Deus.
GN 1.27 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; Macha e Fêmea os criou.
GN 2.18 E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele.
É a única forma de união entre homem e mulher consagrada por Deus, para constituir a família. Sem duvida foi Deus o celebrante do primeiro casamento, Ele deu a Adão Eva em casamento.
HB 13:4  Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.

2º - CASAMENTO É:

1º - Uma instituição Divina
2º - Uma instituição Legal, garantida por lei Rm.7.2
3º - Uma instituição Social, é feito perante testemunha.
4º - Uma união legítima entre homem e mulher, com propósito de constituir à família.

3º - OS DOIS LADOS DESSA UNIÃO

1º - Espiritual – Gn. 1.27-28
2º - Física Gn. 2.18,

4º - OS DOIS VERBOS DE SUSTENTAÇÃO DO CASAMENTO
Mc.10.7 Por isso, deixará o homem a seu pai e a sua mãe e unir-se-á a sua mulher.
Mc.10. 8 E serão os dois uma só carne e, assim, já não serão dois, mas uma só carne.


1º DEIXAR
Deixar não pode ser entendido como um abandono é um deixar geográfico, financeiro. Muitos casamentos não são abençoados porque, o rapaz ou a moça abandonam a família; não é isso que o texto ensina. Envolve a separação financeira dos pais. Deixar - significa independência, deixar de ser dependente dos pais.

Observemos o que diz Gn 2.24. Para manter uma união real entre o casal precisa primeiro haver o “deixar os pais”: “Portanto deixará... e unir-se-á à sua mulher.” Este princípio é tão importante que foi repetido por Cristo em Mt 19.4 e 5: “Respondeu-lhes Ele: não leste que no princípio o Criador os fez macho e fêmea: portanto deixará o pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão os dois uma só carne?”  E também foi repetido por Paulo em Ef 5.31. O “deixar pai e mãe” envolve pelo menos três aspectos:
1.º - O “deixar fisicamente” ou o “deixar geográfico”, ou seja, não morar com os pais.
2.º - O “deixar financeiro”, que seria não mais depender financeiramente dos pais.
3.º - O “deixar psicológico”, que seria não depender afetivamente ou emocionalmente dos pais.
O “deixar” é extremamente necessário para que o novo casal tenha realmente uma vida em comum. Vemos este princípio ser vivido até pelos animais. Os filhotes ficam com a mãe até aprenderem a caçar. Depois vão à luta.
  
2º UNIR-SE A SUA MULHER
Essa união envolve quatro aspectos
A - União Vitalícia- Ou seja, casamento é para sempre. 
B - União Monogâmica – Quer dizer uma mulher para um homem. A bigamia e a poligamia, Deus não aceita, Deus trouxe para Adão uma mulher, não foi duas mulheres. Gn. 2.24,
C - União Permanente – Como diz o texto bíblico “até que a morte o separe”
O Casamento não deve ser desfeito. Mc. 10.9.
D - União Exclusiva - Serão Dois uma só carne. E como colar uma folha de papel uma a outra, e depois tentar tirar uma, não conseguirá, pois uma ficara rasgada. Um Não É sem outro. (I Co 7.4)

terça-feira, 21 de junho de 2011

TRAJETÓRIA DE UM FIEL

CD ´Trajetória de um Fiel´ na televisão

Apresentador Carlos Massa elogia, ao vivo, o trabalho de Eliã Oliveira

CD ´Trajetória de um Fiel´ na televisão
No último final de semana a cantora Eliã Oliveira da gravadora Patmos Music esteve presente no templo sede da Assembleia de Deus em Curitiba (PR). Presidida pelo pastor Wagner Gaby, o evento foi realizado para comemorar o Centenário das Assembleias de Deus no Brasil.

Durante a programação também foi realizado o lançamento do novo trabalho de Eliã, o CD Trajetória de um Fiel. Madalena Pimentel, gerente da Loja CPAD em Curitiba (PR), vibrou com a participação da cantora.  “Foi muito bom! Ela encantou a todos, adorando ao Senhor. Ela prega cantando”, lembra Madalena.

O deputado federal Fernando Francischini, que é membro da igreja, também marcou presença acompanhado do apresentador do Programa do Ratinho, Carlos Massa. Ontem à noite, 20/06/2011, ele mostrou o CD Trajetória de um Fiel ao vivo e ainda falou sobre a cantora Eliã Oliveira.

“Deus é Fiel! Verdadeiramente Ele trabalha para aqueles que Nele esperam”, comemora Geziel Damasceno, gerente da gravadora.

Com quase 30 anos de carreira, vigésimo trabalho fonográfico gravado e dois discos de ouro, Eliã conta que a escolha do repertório para esse CD durou pouco mais de um ano. Produzido por Kleyton Martins Trajetória de um Fiel inclui 10 canções (sendo seis assinadas pela cantora) no melhor do gênero pentecostal.

 Uma das características marcantes dos hinos é o conteúdo das letras. “É como se mergulhássemos dentro da Bíblia, na história daqueles que inspiram nossas vidas”, declara Geziel entusiasmado. Não é diferente, com a faixa 2, que dá título ao CD. Segundo Eliã, é impossível não se identificar com a letra que conta a história de José, o que ele viveu e como foi exaltado como é a vida cristã ‘com lutas, mas certos da vitória’.


Por Gláucia Montes
Assessoria de Imprensa / CPAD

O PR E A ÉTICA PETISTA

Dossiê dos aloprados: PT manda Expedito Veloso se calar

Ele é responsável por revelar envolvimento de Mercadante com o falso dossiê

 
O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante: acusado de ter patrocinado o Dossiê dos Aloprados (Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr)
O comando do PT já deu início a ações para tentar evitar a divulgação de novas informações a respeito do escândalo do dossiê dos aloprados. Na segunda-feira, o petista Expedito Veloso – que, em gravações às quais VEJA teve acesso, admitiu o envolvimento do ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, na fabricação de um falso dossiê contra o tucano José Serra, em 2006 – foi orientado a se calar. De acordo com o jornal O Globo, a ordem partiu do presidente da sigla, Rui Falcão.
O acordo de silêncio foi acertado em um telefonema, segundo informou ao jornal a assessoria de Veloso, que hoje trabalha como secretário-adjunto na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal. O que o petista disse até agora, porém, foi suficiente para implicar Mercadante como o cabeça da operação que teve como objetivo prejudicar Serra em meio à campanha eleitoral. Nas gravações obtidas por VEJA, Veloso admite que Mercadante encomendou o material em conluio com o ex-governador Orestes Quércia. Nas investigações sobre o caso, a PF colheu 51 depoimentos, realizou 28 diligências, ordenou cinco prisões temporárias, quebrou o sigilo bancário e telefônico dos envolvidos, mas não chegou a lugar algum.
Agora, o Ministério Público pretende retomar as investigações sobre o caso. Na segunda-feira, a Procuradoria da República em Mato Grosso pediu que a PF reabra a investigação sobre o escândalo. O inquérito, que está em poder da Justiça Federal, deve ser devolvido ao Ministério Público. Como o antigo responsável pelo caso, Márcio Lúcio de Avelar, deixou o posto, um novo relator será sorteado.
A Procuradoria foi responsável por investigar o caso dos aloprados em 2006, mas as investigações pararam por falta de novos elementos. Com as revelações de VEJA, o caso foi retomado. Os procuradores não dão detalhes sobre o tipo de diligência solicitada à Polícia Federal.
O caso - Em 2006, às vésperas do primeiro turno das eleições, a Polícia Federal prendeu em um hotel de São Paulo petistas carregando uma mala com 1,7 milhão de reais. O dinheiro seria usado para a compra de documentos falsos que ligariam o tucano José Serra, candidato ao governo paulista, a um esquema de fraudes no Ministério da Saúde. O episódio ficou conhecido com escândalo do Dossiê dos Aloprados.
Nas gravações, Expedito conta que o ministro e o PT apostavam que a estratégia de envolver Serra num escândalo lhes garantiria os votos necessários para que Mercadante conquistasse o governado de São Paulo. Ele explica ainda que a compra do dossiê foi financiada por dinheiro do caixa dois da campanha petista e ainda, de maneira inusitada, pelo então candidato do PMDB ao governo paulista, Orestes Quércia. "Os dois (Mercadante e Quércia) fizeram essa parceria, inclusive financeira", revela o bancário. "Parte vinha do PT de São Paulo. A mais significativa que eu sei era do Quércia." Tratava-se de um pacto. "Em caso de vitória do PT, ele (Quércia) ficaria com um naco do governo".

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A PAZ VOLTA A REINAR NA CGADB E CIMADB

A PAZ VOLTA A REINAR ENTRE A CGADB E CIMADB


Prevaleceu o amor fraternal a humildade e o bom senso dos pastores de ambas as partes. Ja anteriormente havia publicado o acordo, agora, posto com documentos abaixo. Segundo informações do correspondente desse blog no Belém do Pará a reunião teria acontecido na sala do hotel Hilton no dia 16/06 no horário da tarde. A CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil representada por sua sua Mesa Diretora e o Conselho Juridico e a CIMADB - Convenção da Igreja-Mãe das Assembelias de Deus no Brasil, representada pelo seu presidente pr Samuel Câmara e seus advogados para que procedessem um ACORDO com a CGADB; por fim prevaleceu o bom senso entre as partes e o acordo foi firmado. Essa reunião ficou conhecida como ACORDO DE PAZ DO CENTENÁRIO. Onde os processos movidos contra a CGADB seriam retirados; e a CGADB por sua vez reconhece em definitivo o registro e cadastramento da CIMADB, se comprometendo a homologar a mesma na próxima Assembléia Geral ou Extraordinária.


Texto Adaptado.
Fonte: http://prdariogomes.blogspot.com/

domingo, 19 de junho de 2011

CGADB RECONHECE A CIMADEB - CONVENÇÃO DA IGREJA MÃE FOI RECONHECIDA

FESTA DA IGREJA MÃE DAS ASSEMBLEIA DE DEUS NO BRASIL
Quero parabenizar a CGADB, na pessoa do pastor José Wellington Bezerra da Costa, por ter reconhecido a grandiosa FESTA DO CENTENÁRIO da Igreja Assembléia de Deus (Igreja-mãe) em Belém do Pará liderada pelo pastor Samuel Câmara. A festa foi tão impactante que a mesa diretora da CGADB reuniu-se e propôs a reconhecer a CIMADEB- Convenção da Igreja-mãe das Assembléias de Deus no Brasil. Mesmo em meio os conflitos de gestões; Pr. José Wellington mostrou que é um homem sensato; e que chegou a hora de ajuntar os cacos. Penso que o desentendimento entre ambos não passou de uma semente plantada por satanás; mas, que agora foi arrancada por Jesus Cristo, Nosso Senhor.  E a Igreja em Belém, de forma justa, tinha mais é que festejar. Penso ser mais que justo a Igreja-mãe, a igreja dos pioneiros, onde começou o mover pentecostal e se espalhou por mais de 176 países ter esse reconhecimento em seu CENTENÁRIO.
FESTA DA CGADB
Não podemos negar que a festa da CGADB em comemoração ao CENTENÁRIO da Igreja Assembléia de Deus foi linda no país inteiro, em todas as capitais foram realizadas eventos festivos, com certeza a presença do Espírito Santo foi marcante. È Justo que a CGADB comemore o CENTENÁRIO com os mais de 20 milhões de assembleianos espalhados por este Brasil afora.
PARABENS:
1. A Igreja-Mãe das Assembléia de Deus (Belém – Pará)
2. Ao Pr. Samuel Câmara pela coragem na realização desse grande evento, que impactou o Brasil.
3. A CGADB Pelos grandiosos eventos espalhados por todo Brasil, milhares de almas foram salvas.
4. Ao Pr. José Wellington Bezerra da Costa pela bravura e lisura com que tem dirigido os eventos do centenário.  
5. A Assembléia de Deus no Brasil, pelos os seus 100 anos de existência.

sábado, 18 de junho de 2011

CENTENÁRIO DA IGREJA MÃE COMOVEU O PR JOSÉ WELINGTON

Fieis lotam Mangueirão na abertura do Centenário da Assembleia de Deus

Pastor José Wellington Bezerra da Costa participa do evento

Fieis lotam Mangueirão na abertura do Centenário da Assembleia de Deus
Cerca de 60 mil pessoas lotaram o Estádio Olímpico do Mangueirão na noite de ontem (16), durante a abertura da programação oficial do Centenário da Assembleia de Deus, que se estende até o próximo sábado (18). A multidão acompanhou pregações e louvores de conferencistas e cantores nacionais e internacionais. A preletora da noite foi a missionária Helena Raquel.

O evento teve ainda a participação do pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), que deu uma palavra ao público que lotava o Estádio do Mangueirão, enfatizando a importância de "a igreja não deixar de lado os ensinamentos deixados pelos missionários", destacou o líder.
O ápice do evento foi a apresentação do grupo paraense Celebrai, que interpretou um dos hinos do Centenário, "Avante Vai!". Houve ainda queima de fogos e apresentação de uma coreografia que simulou a chegada dos pioneiros, Daniel Berg e Gunnar Vingren, em Belém, no ano de 1910. 

Dona Hulda Vasconcellos, que é filha de um dos pastores pioneiros da Igreja em Belém, Alcebiades Pereira Vasconcelos, estava emocionada com a festa: “Foi tudo muito lindo. O momento do louvor com a coreografia e os fogos foi de arrepiar. Estou muito feliz em participar desse momento histórico para a Igreja e para Belém”. 

Os familiares de Gunnar Vingren e Daniel Berg e caravanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e do interior do Pará marcaram presença no local, além de autoridades como o prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho e o deputado estadual Raimundo Santos.

O presidente da Assembleia de Deus em Belém, pastor Samuel Câmara, disse que o momento reflete a força do povo e a gratidão a Deus por um século de vida da Igreja, que começou com dois homens em Belém e se expandiu por mais 176 países, alcançando milhões de pessoas em todo o mundo. 
 
Centenário é destaque no Jornal Nacional
A festividade foi destaque na noite desta quinta-feira no Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão. A reportagem mostrou as milhares de pessoas que estão na capital paraense para a comemoração do Centenário da AD. No sábado (18), a Igreja Assembleia de Deus completará 100 anos de existência e foi em Belém que ela surgiu. 

A reportagem mostrou ainda um pouco da história da maior denominação evangélica do país, que hoje tem mais de 110 mil templos e trabalhos de evangelização e de ação social em todo o Brasil e também em diversos países do mundo.
Comento.
Pela Primeira vez na historia da CPADNEWS publica uma foto e um artigo da IGREJA-MÃE, presidida pelo Pr Samuel Camara, a participação do Pr. José Welington foi valiosa, porém, so se deu porque o Pr Samuel Camara foi na Comemoração antecipada da CGADB.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Centenário AD: Milhares de fiéis lotam o estádio do Mangueirão em Belém do Pará

Centenário AD: Milhares de fiéis lotam o estádio do Mangueirão em Belém do Pará

Na noite desta quinta-feira, 16, mais de 45 mil pessoas lotaram o estádio do Estádio Olímpico do Mangueirão em Belém do Pará para festejar os 100 anos da igreja Assembleia de Deus.

O louvor ficou por conta de Elaine de Jesus, Dedos de Davi, Mara Lima, Quarteto Gileade, Marco Feliciano, Roberto Marinho, Cristina Mel entre outros e a ministração principal da noite foi feita pela Missionária Helena Raquel.

Vários pastores de diversos ministérios estiveram juntos para comemorar esta preciosa data para os evangélicos brasileiros. Entre eles estavam o pastor e deputado Marco Feliciano, o apóstolo René Terra Nova e até o pastor José Wellington Bezerra, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) que organizou outras comemorações na semana passada.

A participação do presidente da CGADB foi comemorada por todos que acreditavam que a Celebração do Centenário poderia unir os líderes das ADs. Inclusive o pastor Marco Feliciano comemorou a presença do pastor no culto; “Que festa linda! Pr.Samuel Camara de parabéns! Emocionante ver o Pr. José Wellington na festa dando uma palavra viva! O diabo foi derrotado!” escreveu Feliciano em seu twitter.

Nesta sexta-feira, 17, terá outras comemorações, as festividades do Centenário em Belém acontecerão até o dia 18 de junho.

Jornal Nacional fala do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil



FOI IMPORTANTE ESSA MATÉRIA, COMO RECONHECIMENTO DO VERDADEIRO CENTENÁRIO DA ASSEMBLEIA DE DEUS; HISTORIA ESSA QUE A PROPRIA MIDIA SECULAR RECONHECE; MAS, ALGUNS LIDERES ECLESIASTICOS MOVIDOS POR INTERESSES PRÓPRIO E INVEJA INSISTEM EM NÃO RECONHECER.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

PR SAMUEL CAMARA DISCURSA NO SENADO FEDERAL - CENTENÁRIO

Parte 1


Parte 2


Parte 3


Parte 4


Parte 5


Parte 6


COMPANHEIROS ASSISTAM O VIDEO, INTERESSANTE, VOLTE DEPOIS FAZENDO O COMENTARIO. 

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Enéas Carneiro fala sobre o Homosexualismo



SENHORES LEITORES DESSE HUMILDE BLOG, ASSISTA O VIDEO DO DOUTOR ENEIAS, ELE FALA SOBRE A QUESTÃO DO HOMOSSEXUALISMO. MUITO INTERESSANTE.

#sidebar{font-family: "Arial";color: #000000;font-size: 10pt;font-style: italic;line-height: 100%;font-weight: bold;text-decoration: none;text-align: left;}.post{font-family: "Comic Sans MS";color: #0000CC;font-size: 12pt;font-style: italic;line-height: 120%;font-weight: bold;text-decoration: none;}

terça-feira, 14 de junho de 2011

NOIVADO

O NOIVADO

O Que Os Jovens Precisam Saber Sobre Noivado?
O Noivado é o segundo passo para constituição do casamento, da família e do lar. Lembrando que o casamento é entre homem e mulher macho e femêa. O STF podem aprovar o que eles queiserem, a biblia não muda.

1. O QUE É NOIVADO?
O noivado é a parte dos preparativos para o casamento, o noivado que encontramos na bíblia, e muito diferente às vezes dos noivados de hoje. É uma fase de transição, não significa dizer que o noivo ou a noiva tem o direito sobre o corpo do outro. São apenas noivos.

Orientação

1º - O Noivado só deve acontecer quando o casal tem convicções, certeza.
2º - Ter certeza que está na vontade de Deus, Jo. 2.15 Rm 12.1-3
3º - Ter consciência de algo que está acontecendo é amor verdadeiro.
4º - O Noivado não deve ser muito longo, nem muito curto Fp. 4.13.
5º - Dentro do Noivado devem marcar logo a data do casamento.
6º - O Noivado, não é a legalização para experiência sexual, fornicação ou prostituição, é um compromisso de carater.

2. OS NOIVOS: EU NÃO DEFRAUDAREI NO MEU NAMORO.
1. Devem pedir confirmação a Deus ao assumirmos um compromisso de noivado, pois este compromisso será feito diante dos familiares, da igreja e de Deus.

2. Quando um casal assume um compromisso de noivado deve lembrar-se que não estão casados ainda, por isso devem controlar suas emoções e paixões.

3. O alvo do noivado é o casamento é o alicerce para um casamento feliz e abençoado está em um namoro debaixo da proteção e orientação segura e eficaz da Palavra de Deus.

4. Casamentos prematuros fadados a não durar muito tempo, marcas emocionais profundas que acompanharão o jovem por toda sua vida.

Conselho Práticos Aos Que Pretende Se Casar.
1 - Não case por riquezas, o dinheiro pode comprar uma casa, mas não pode comprar um lar.
2 - Não case só porque todos se casam,  (modismo)
3 - Não case com alguém doente de ciúme - o ciúme piora após o casamento.
4 - Não case com alguém preguiçoso ou preguiçosa.
5 - Não case com incrédulo ou incrédula: É melhor ir para o céu sozinho do que para o inferno acompanhado.
6 - Não case sem a aprovação de Deus, das famílias envolvidas e da Igreja.
7 - Não case por causa da idade. (desespero)
9 - Não case sem amor total e mútuo.

3. CINCO PERGUNTAS QUE DEVO FAZER ANTES DE CASAR
1 - Devo ou não casar?
2 - Quando devo casar? Maturidade e preparo espiritual.
3 - Com quem devo casar? O casamento envolve aprovação das famílias, da igreja, de Deus e sua própria cf. Cl.3.15
4 - Estou preparado para casar? Situação sócio-econômica, moradia, etc.
5 - Por que quero casar?

PR Mauricio Brito, pastor, pregador do evangelho. Se você deseja uma palestra na sua igreja o contato Fone 92244161