terça-feira, 31 de agosto de 2010

DILMA E SUAS MENTIRAS NO JORNAL DA GLOBO

DILMA E SUAS MENTIRAS NO JORNAL DA GLOBO



Dilma no Jornal da Globo: ela falou o oposto da verdade sobre Cuba, sobre as Farc, sobre o dossiê, sobre os investimentos… E o meu papel é falar o oposto da mentira

Tenho cá pensado algumas coisas, que desenvolverei com mais fôlego em seu devido tempo. Os tontinhos e puxa-sacos creditam a fabulosa popularidade de Lula às “qualidades do governo” apenas, às suas “conquistas”. Comparativamente, jamais houve evento tão extraordinário na economia como o Plano Real. E seu efeito foi mais concentrado no tempo. Deu para perceber a mudança com mais rapidez. Sim, o Plano rendeu a FHC duas eleições no primeiro turno, o que Lula nunca conseguiu. Mas o ex-presidente jamais teve a popularidade do petista, embora seu feito tenha sido incomparavelmente maior. Mais do que isso: os petistas conseguiram atingir gravemente o seu legado pessoal. Não creio que alguém tenha tido a biografia tão criminosamente maculada — um crime político, que há de nos envergonhar um dia como nação — como FHC. Por que é assim?



O PT se tornou o grande narrador da história; da sua e da dos outros. Outro dia, um desses bocós fazia um réquiem para o PSDB — antes do resultado das eleições, a nacional e a dos estados, como de hábito — e só contabilizava desastres. O PT como narrador da história tomou o jornalismo, a academia e, por um bom tempo, as ruas. Se o PSDB, ou seus herdeiros políticos, quiserem enfrentar essa formidável máquina de mentiras, terão de ter o destemor de enfrentar os historiadores da mistificação. Os tucanos não são ruins apenas de marketing, como apontou o presidenciável José Serra. Também são ruins como narradores. Acovardaram-se diante da figura de Lula. Mas, como disse, isso fica para o futuro. Chego ao tema.



A presidenciável petista, Dilma Rousseff, concedeu no começo desta madrugada uma entrevista de 20 minutos ao Jornal da Globo, conduzida por William Waack e Christiane Pelajo. E é sobre a Dilma narradora da história que quero falar um pouco. Sem dúvida, ela está mais experiente. Ainda não diz coisas opostas à verdade com a desenvoltura de seu mestre, mas a criatura demonstra que pode assombrar os fatos com as fantasias e as distorções mais grotescas. Prestem atenção a esta seqüência. Seguem algumas perguntas em presto, as respostas da candidata em vermelho e a verdade em azul.



A MENTIRA SOBRE CUBA

William Waack: Candidata, a senhora tem uma longa história política. A senhora foi torturada durante a ditadura militar. Como é que a senhora se sentiu quando ouviu o presidente Lula comparar presos de consciência em Cuba a bandidos em São Paulo?

Dilma Rousseff: Olha, William, eu acho que a trajetória política e de vida do presidente Lula não pode permitir que a gente acredite que o presidente Lula foi uma pessoa que não lutou a vida inteira pelos direitos humanos. Eu, da minha parte, tenho consciência disso e tenho presenciado isso. Acho que de forma muito discreta, inclusive, o Brasil é responsável pela soltura dos presos políticos. Eu não digo que ele é responsável, que seria também muita pretensão minha, mas eu acredito que o presidente Lula, o Itamaraty e todas as tratativas feitas de forma discreta - como deve ser feito, até porque, se você não fizer de forma discreta, você não consegue muitas vezes o seu objetivo - responsável pela soltura dos presos políticos em Cuba. Agora, eu da minha parte, tenho uma convicção, William. Sabe qual é? A minha vida pessoal, ela teve um momento muito duro. Eu vivi a minha juventude durante a ditadura e lutei contra ela do primeiro ao último dia. Tenho absoluta solidariedade com presos políticos. Sou contra crimes de opinião, crimes políticos ou crimes por pensar, por querer ou por opor e vou defender isso a minha vida inteira.



William Waack: Ou seja, a senhora jamais faria essa comparação?

Dilma Rousseff: Não, eu não acho correto transformar o presidente e falar que o presidente tomou uma atitude errada nesse episódio. O presidente, eu vou repetir, foi responsável, um dos, pelas tratativas de soltura dos presos políticos cubanos.



A VERDADE SOBRE CUBA

Dilma está se referindo aos presos soltos por interferência da Igreja Católica e do governo da Espanha. É mentira! O governo Lula não teve qualquer influência nesse processo. Ao contrário. Lula é aquele lembrado na questão de William Waack: chegou a Cuba um dia depois da morte do preso político Orlando Zapata. Negou-se a receber uma carta dos dissidentes e deu aquela declaração ignominiosa, comparando os presos políticos a bandidos comuns. Além desse, o outro grande vexame do governo brasileiro foi precisamente este: deu seu apoio incondicional aos irmãos homicidas, enquanto a Igreja e o governo espanhol faziam uma pressão pública pela libertação dos prisioneiros, que acabou acontecendo, o que deixou o Itamaraty constrangido, do tamanho de Celso Amorim. Não custa lembrar: o governo Lula é aquele que devolveu a Fidel dois boxeadores que haviam fugido da ilha.



E vocês certamente notaram que ela não responde a pergunta. Falei ontem sobre a inutilidade de debater com esquerdistas porque eles ignoram a questão que está posta para evocar alguma condição superior que os tornaria especialmente bons e éticos. É o que faz Dilma. Naquele seu português com sotaque búlgaro, afirmou: “Eu acho que a trajetória política e de vida do presidente Lula não pode permitir que a gente acredite que o presidente Lula foi uma pessoa que não lutou a vida inteira pelos direitos humanos”. Entenderam? Como Lula seria um defensor, por princípio, dos direitos humanos, ele os defenden mesmo quando os massacra. É um acinte!



A MENTIRA SOBRE AS FARC

Christiane Pelajo: Candidata, é notório que as Farc, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, estão relacionadas ao tráfico de drogas e também ao crime organizado aqui no Brasil. Por que a senhora hesita em chamar as Farc de narcoguerrilha?

Dilma Rousseff: Eu jamais hesitei em chamar, falar que as Farc tem relações com o tráfico. É público e notório.



Christiane Pelajo: Então a senhora está declarando aqui que as Farc são uma narcoguerrilha?

Dilma Rousseff: Não estou declarando, não. O governo do presidente Lula acha as Farc ligadas ao crime, ao crime organizado e ao crime do tráfico de drogas. Nunca escondemos esse fato. Aliás, essa história das nossas relações com as Farc foi muito bem-respondida pelo próprio presidente, ex-ministro da Defesa da Colômbia, que disse o seguinte: em várias oportunidades, ele, ministro da Defesa, que combateu inequivocamente as Farc na Colômbia, conversou com elas, teve diálogo, porque tem momentos que, sem ele ter o diálogo, ele não consegue acabar e negociar a paz. Então, no Brasil, a gente tem de perder essa - eu acho assim - essa visão um tanto quanto conspiradora que muitas vezes se coloca. Se não se conversar, você não consegue, inclusive, a paz. E eu acho que ele foi muito feliz na resposta que ele deu pra uma revista nesse domingo - né?, foi domingo que saiu - em que ele diz: eu e outros políticos colombianos conversamos também.



A VERDADE SOBRE AS FARC

O governo Lula nunca admitiu o caráter narcoguerrilheiro ou narcoterrorista das Farc. Ao contrário. Eis a fala de Marco Aurélio Garcia, assessor licenciado de Lula — agora assessorando Dilma — em entrevista ao jornal Le Figaro: “Eu lhes lembro que o Brasil tem uma posição neutra sobre as Farc: nós não as qualificamos nem de grupo terrorista nem de força beligerante. Acusá-las de terrorismo não serve pra nada quando a gente quer negociar.” Íntegra aqui. Eis a verdade. O resto é invenção de Dilma.



Mais: as ligações do PT com as Farc estão documentadas. A “revista” a que ela se refere é a VEJA. Na edição desta semana, o entrevistado das Páginas Amarelas é Juan Manuel Santos, novo presidente da Colômbia. Indagado sobre as ligações do PT com as Farc, deu a resposta que pode dar um presidente da República, minimizando o fato etc. Busca evitar um conflito com o governo brasileiro numa fase em tenta se afirmar como o novo líder do país. E diz que ele próprio teve contato com as Farc “durante os processos de paz”. Já os contatos dos petistas se deram durante a fase de guerra! O que Dilma está dizendo? Os petistas estavam tentando algum acordo com os narcoterroristas por acaso? Que políticos colombianos tenham conversado com a canalha, vá lá. Mas por que os petistas? Com que propósito? E o que dizer do requerimento em que a então ministra contrata a mulher de um chefão terrorista para trabalhar no governo? Segundo um e-mail do marido a um comparsa, a nomeação foi parte de uma operação política.



A MENTIRA SOBRE DOSSIÊS ETC

Christiane Pelajo: Candidata, a Receita Federal negou intenção política na quebra de sigilo no vazamento de dados de tucanos na semana passada. Integrantes do seu partido já foram envolvidos em montagem de dossiês contra opositores. Como é que a senhora pode dar garantias pra gente, pra população que isso não vá acontecer num eventual governo da senhora?

Dilma Rousseff: Olha, eu tenho muito tempo de vida pública, Christiane. E jamais compactuei com nenhuma união mal feita. Tenho insistido que a acusação da oposição a mim e à minha campanha é absolutamente sem fundamento. Inclusive, entrei com seis medidas jurídicas contra o candidato, meu opositor - não eu, mas o meu partido -, e também pedi providências à Política.. é, à Polícia Federal pra investigar esse fato. Eu considero que é absolutamente injustificável que uma pessoa acuse outra sem apresentar provas. Nós temos pedido sistematicamente que apresente provas. Aliás, se essa situação for colocada dessa forma, eu queria dizer uma coisa: o partido do candidato meu adversário tem uma trajetória de vazamentos e grampos absolutamente expressiva. Por exemplo, vazamento das dívidas dos deputados federais com o Banco do Brasil nas vésperas da votação da emenda da reeleição. Os grampos que existiram no BNDES e também os grampos feitos juntos ao próprio gabinete, o secretário da Presidência da República. Eu jamais usei esses episódios pra tornar o meu adversário suspeito de qualquer coisa porque eu não acho correto. Agora, eu também não concordo e que sem provas me acusem ou acusem a minha campanha. Eu tenho uma trajetória política. Na minha trajetória política, eu tive sempre absoluta respeito pela legalidade e pelo uso do dinheiro público. Então não vejo nenhuma justificativa para as acusações a não ser interesse eleitoral.



A VERDADE SOBRE DOSSIÊS ETC.

De certo modo, essa não-verdade de Dilma é até mais escandalosa do que as outras.

1 - Está provado que o sigilo de Eduardo Jorge estava com petistas. Os repórteres encontraram o documento com gente da campanha de Dilma.

2 - E daí que ela entrou na Justiça? Muda o fato de que seus auxiliares estavam com o sigilo fiscal de Eduardo Jorge na mão?

3 - A menos que mande na Polícia Federal, não é Dilma que decide quando uma coisa será ou não investigada.

4 - Os grampos no BNDES eram contra o PSDB. As tramóias contra Eduardo Jorge, boa parte obra de petistas, também eram contra o PSDB. E os dossiês de agora são contra… o PSDB! O que Dilma pretende com essa enrolação? Sua generosidade estaria em não acusar o PSDB, então, de armar falcatruas contra si mesmo?



Não, senhora! O “partido do adversário” de Dilma tem uma trajetória de VÍTIMA DE VAZAMENTO E GRAMPOS. A trajetória do PT é de PROMOTOR DE VAZAMENTOS E GRAMPOS. Recentemente, um especialista em dossiês contratado pelo PT confessou que o grupo atuou até no caso Lunus, que destruiu a candidatura de Roseana Sarney em 2002 — Roseana é uma espécie de Dilma da oligarquia; ambas se expressam mais ou menos com a mesma clareza…



AS MENTIRAS SOBRE OS INVESTIMENTOS

Christiane Pelajo: Candidata, vamos mudar um pouco de assunto. O Brasil investe muito pouco em relação ao PIB e os investimentos dependem basicamente de Petrobrás e setor privado. Por que o governo Lula não conseguiu investir?

Dilma Rousseff: Eu não concordo com a afirmação. Acho que houve um esforço extraordinário do governo Lula para investimento. E isso ficou, isso é visível hoje nos números. Nós aumentamos bastante o investimento público - óbvio que a Petrobrás aumentou o seu investimento, que a Eletrobrás aumentou investimento. Agora, os investimentos privados, por exemplo, na área de infraestrutura foram demandados por leilões do governo…



Christiane Pelajo: Já que a senhora está falando de números, eu gostaria de dar alguns números aqui. Quarenta por cento da riqueza nacional do país vão para o governo e o governo só é responsável por dois por cento dos investimentos do país.

Dilma Rousseff: Veja bem. É o tipo do dado que ele não tem precisão econômica, ele não tem precisão orçamentária. Porque é o seguinte: o governo, ele, infraestrutura, nós passamos mais de 25 anos sem investir. Hoje nós estamos fazendo as seguintes obras: interligação da bacia do São Francisco, seis bilhões de reais. Para levar o quê? Para levar água para 12 milhões de pessoas no semi-árido nordestino. Acabamos com a história do racionamento de oito meses que aconteceu no Brasil. Hoje, vocês não veem mais alguém dizendo que o Brasil corre risco de racionamento, porque não tem risco de racionamento. Você vê Jirau e Santo Antônio. Vou te dar outro exemplo….



A VERDADE SOBRE OS INVESTIMENTOS

Uma ova! Estão preparados para uma informação que deixará abalados até aqueles 2% (já seria, segundos essas fabulosas pesquisas, apenas 0,5% desde quando comecei a redigir este texto?) que acham o governo Lula “ruim” ou “péssimo”? A taxa de investimentos em relação ao PIB — que é a que conta — do governo FHC, mesmo com CINCO GRANDES CRISES EXTERNAS, foi superior à do governo Lula. Entre 1995 e 2002, foi de 0,83% do PIB; entre 2003 e 2009, foi de 0,64%. Vamos ver se a campanha de Dilma diz que estou mentindo. Não vai dizer. Porque EU não estou mentindo! Se formos considerar os investimentos das estatais, Lula leva uma ridícula vantagem: 2,19% contra 2,10%!!! Então, que cascata é essa de que não houve investimentos durante 25 anos??? Não procurei a taxa do governo Sarney, com inflação galopante e tudo. Mas é provável que tenha sido superior à do próprio governo Lula.



E assim caminhamos. Há muitas outras verdades que esqueceram de acontecer aí. Volto ao ponto inicial deste texto. Os que eventualmente tenham algum interesse pela democracia e pelo estado de direito no país terão de se organizar para, quando menos, tomar nas mãos as rédeas da própria história, que hoje foi seqüestrada pelo PT. Um seqüestro que, se não é exatamente consentido, é ao menos facilitado por certa atração fatal que os tucanos sentiram pelos adversários nos últimos oito anos. E só para arrematar: com as exceções de sempre, não contem com a imprensa para repor as coisas no seu devido lugar.



Por Reinaldo Azevedo

HOMEM HONRADO E RESPEITADO

PR JOSÉ WELINGTON É UM DOS HOMENS MAIS HONRADO E RESPEITADO NA ASSEMBLEIA DE DEUS NO BRASIL, É NA VERDADE, UM GUARDIÃO DA SÃ DOUTRINA, DOUTRINA BIBLICA; O QUAL TEMOS MAIOR ADMIRAÇÃO E RESPEITO E CONSIDERAÇÃO.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

NO PASSADO, TERRORISMO; NO PRESENTE, DOSSIÊS


Quem é Luiz Lanzetta? Só não devemos associá-lo à figura do mordomo porque algumas profissões supõem certo physique du rôle, não?, e o dito-cujo está mais para um lenhador dos antigos livros infantis — aquele, por exemplo, que aprisionou Joãozinho e Maria e lhes pedia para mostrar o dedinho por baixo da porta — do que propriamente para um serviçal cerimonioso, a quem confiaríamos cartola, sobretudo e bengala. Lanzetta despediu-se da pré-campanha da petista Dilma Rousseff. Embora inocente como as flores, foi “caído fora” — e, como de hábito nesses casos, dando o assunto por encerrado, o caso por resolvido, e o dossiê pelo não-dossiê. Falo sobre ele daqui a pouco. A figura que interessa agora é a de Fernando Pimentel, um dos coordenadores da campanha de Dilma — de fato, ele é o seu braço pessoal no grupo. Vamos ver.



Esse negócio de fabricar dossiês, recorrendo à mão-de-obra dos serviços de informação do estado — os atuais e os pregressos —, é uma agressão à democracia e ao estado de direito. A prática nada tem a ver com esclarecimento ou tentativa de fazer justiça. Ao contrário: se a informação desses dossiês é verdadeira e se destina à chantagem, usa-se, então, a verdade como instrumento criminoso; se é falsa e se destina à intimidação, a delinqüência busca produzir mais delinqüência. Em qualquer dos casos, o crime agradece.



No estranho organograma petista — ou sei lá que nome tinha aquilo —, a Lanza contratava a mão-de-obra da pré-campanha. Isso quer dizer que, pela empresa do notório jornalista, passava uma grana preta. E, para isso, é preciso contar com a total confiança do chefe. E o chefe do demissionário Lanzetta era Fernando Pimentel, que emitiu uma nota dizendo que não sabia de nada etc. e tal. Como de hábito, no petismo, existem os crimes, mas jamais os criminosos.



A minha leitura sobre o petismo e os petistas, como vocês sabem, é bem menos otimista — talvez a palavra seja “generosa” — do que a de muitos colegas. E exponho uma vez mais os motivos, agora à luz do dossiê. Muitas pessoas que aderiram a grupos terroristas durante o regime militar — e Pimentel foi uma delas; pertenceu à VAR-Palmares, mesma organização de que Dilma fez parte — justificam seu ato ainda hoje afirmando que aquela era a única saída e que lutavam por democracia. Trata-se de duas mentiras, obviamente — a que a petista freqüentemente recorre, diga-se.



Vivo apontando aqui essas falácias e digo que elas têm importância ainda hoje. Por quê? Porque se trata de admitir que, sob certas circunstâncias, o vale-tudo é aceitável e é parte do jogo. Quem aderiu ao terrorismo não estava lutando em favor da democracia coisa nenhuma, mas de uma ditadura comunista. Se não o admite, está procurando esconder o próprio crime nos crimes alheios e demonstra justamente disposição para o vale-tudo — eximindo-se, ademais, da responsabilidade moral por isso.



Em certo sentido, o dossiê está para a democracia como o terrorismo estava para a ditadura. No regime militar, procurava-se desconstruir o inimigo por meio da ação violenta, que supostamente respondia à violência do estado; no regime democrático, tenta-se desconstruir o adversário por meio da manipulação viciosa dos instrumentos do sistema — e, nessas horas, a imprensa sempre é convocada a atuar como inocente útil dos que querem jogar no lixo o estado de direito.



Sim, estou querendo dizer isto mesmo: a prática dos dossiês, da espionagem e das escutas telefônicas ilegais é o “terrorismo possível” no regime democrático.



Esta é, desde sempre, a minha principal reserva ao petismo e aos petistas: eles vão com a democracia até onde consideram que ela não atrapalha. Afinal, no seu horizonte utópico-escatológico, o regime não é um ponto de chegada na política, mas de partida. Os instrumentos são outros, mas o espírito terrorista é o mesmo.


Lanzetta está fora? Quem está ligando? O fato é que Pimentel continua dentro. E ele era o chefe de Lanzetta.



FONTE; Blog Reinaldo Azevedo jornalista da revista veja

DILMA DA CANDIDATA DO LULA, FICHA SUJA

DILMA A CANDIDATA DO LULA, FICHA SUJA


JORGE KAJURU DENUNCIA AS FALSASS PESQUISAS

Jorge Kajuru participa do "Programa Raul Gil" de hoje

O polêmico Jorge Kajuru participa do "Programa Raul Gil" deste sábado (28), no SBT. No quadro "Pra Quem Você Tira o Chapéu?", o jornalista soltou o verbo para os selecionados que estavam nos chapéus. Gugu Liberato e Zezé Di Camargo (da Dupla Zezé Di Camaro e Luciano) foram dois dos dez para quem ele não tirou. Falou sobre política, Tv Globo e futebol.
Foto: Sergio Jeronymo Jr./SBT      

O grupo "Parangolé" canta seus sucessos e participa do quadro "Eu e as Crianças". O vocalista Léo Santana tem a ajuda das crianças Yasmim, Kaik e Malu para cantar "Rebolation". "Negro Lindo" e "Sou Favela" estão no repertório e vão agitar a plateia. Se apresentam também Nicole, Fernanda Klen e Grupo Brilho.


Mc Cauan, que já esteve na semifinal do programa "Qual é o Seu Talento?", estará no palco do programa cantando "Tô no Bang pra rimar".


No quadro "Jovens Talentos" desse sábado vai acontecer a repescagem dos que não foram aprovados. Buscam uma vaga Elihana Elias, Letícia Navas, Samantha, Elyssa Gomes, Bia Morais e Gregory Rodrigues. Os jurados Syang, Túlio Dek, Hudson, Mauricio Gasperini e Caio Mesquita dão as notas.


E ainda: um musical com os aprovados Tamara Angel, Nathalia Bacci, Mayra Novais e Leticia Dias cantando "Girlfriend" e Renato Vianna solta sua bela voz em "Billie Jean".


O "Programa Raul Gil" vai ao ar a partir das 14h20, no SBT.

sábado, 28 de agosto de 2010

A CNBB FAZ UM APELO AOS BRASILEIROS

  A CNBB orgão maximo da Igreja Catolica, conclama a todos o povo brasileiro não vota em partido e em pessoas que são a favor do aborto.
Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras 
Nós, participantes do 2º Encontro das Comissões Diocesanas em Defesa da Vida (CDDVs), organizado pela Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB e realizado em S. André no dia 03 de julho de 2010,
 
considerando que, em abril de 2005, no IIº Relatório do Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) o atual governo comprometeu-se a legalizar o aborto,
considerando que, em agosto de 2005, o atual governo entregou ao Comitê da ONU para a Eliminação de todas as Formas de Descriminalização contra a Mulher (CEDAW) documento no qual reconhece o aborto como Direito Humano da Mulher,
considerando que, em setembro de 2005, através da Secretaria Especial de Polítíca das Mulheres, o atual governo apresentou ao Congresso um substitutivo do PL 1135/91, como resultado do trabalho da Comissão Tripartite, no qual é proposta a descriminalização do aborto até o nono mês de gravidez e por qualquer motivo, pois com a eliminação de todos os artigos do Código Penal, que o criminalizam, o aborto, em todos os casos, deixaria de ser crime,
considerando que, em setembro de 2006, no plano de governo do 2º mandato do atual Presidente, ele reafirma, embora com linguagem velada, o compromisso de legalizar o aborto,
considerando que, em setembro de 2007, no seu IIIº Congreso, o PT assumiu a descriminalização do aborto e o atendimento de todos os casos no serviço público como programa de partido, sendo o primeiro partido no Brasil a assumir este programa,
considerando que, em setembro de 2009, o PT puniu os dois deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por serem contrários à legalização do aborto,
considerando como, com todas estas decisões a favor do aborto, o PT e o atual governo tornaram-se ativos colaboradores do Imperialismo Demográfico que está sendo imposto em nível mundial por Fundações Internacionais, as quais, sob o falacioso pretexto da defesa dos direitos reprodutivos e sexuais da mulher, e usando o falso rótulo de "aborto - problema de saúde pública", estão implantando o controle demográfico mundial como moderna estratégia do capitalismo internacional,
considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº Congresso Nacional do PT manifestou apoio incondicional ao 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3), decreto nª 7.037/09 de 21 de dezembro de 2009, assinado pelo atual Presidente e pela ministra da Casa Civil, no qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas consequências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, antisocial e contrária ao verdadeiro progresso do nosso País,
considerando que este mesmo Congresso aclamou a própria ministra da Casa Civil como candidata oficial do Partido dos Trabalhadores para a Presidência da República,
considerando enfim que, em junho de 2010, para impedir a investigação das origens do financiamento por parte de organizações internacionais para a legalização e a promoção do aborto no Brasil, o PT e as lideranças partidárias da base aliada boicotaram a criação da CPI do aborto que investigaria o assunto,
RECOMENDAMOS encarecidamente a todos os cidadãos e cidadãs brasileiros e brasileiras, em consonância com o art. 5º da Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou religiosas, que, nas próximas eleições, deem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalizacão do aborto.
Convidamos, outrossim, a todos para lerem o documento "Votar Bem" aprovado pela 73ª Assembléia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, reunidos em Aparecida no dia 29 de junho de 2010 e verificarem as provas do que acima foi exposto no texto "A Contextualização da Defesa da Vida no Brasil" [http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf], elaborado pelas Comissões em Defesa da Vida das Dioceses de Guarulhos e Taubaté, ligadas à Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, ambos disponíveis no site desse mesmo Regional.
COMISSÃO em DEFESA da VIDA
do REGIONAL SUL 1 da CNBB
MOVIMENTO NACIONAL DA CIDADANIA PELA VIDA - Brasil Sem Aborto

APRESENTAÇÃO E RESUMO

A Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que abrange as 41 dioceses do Estado de São Paulo, presidida por Dom José Benedito Simão, ex-diretor da Faculdade de Teologia da Arquidiocese de São Paulo e atualmente bispo de Assis (SP), acaba de divulgar um APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS, sobre o envolvimento do atual governo com a promoção do aborto.

O documento, que pode ser obtido pela internet em arquivo PDF, está sendo distribuído nas ruas, nos faróis, nas escolas, faculdades, nas portas dos órgãos de imprensa, enfim, onde e para onde quer que conduza a criatividade daqueles que lutam pela preservação da vida e pelos mais elementares princípios da verdadeira liberdade humana.

O original do documento encontra-se no site da Diocese de Assis, no seguinte endereço:

http://www.diocesedeassis.org/index.php?option=com_content&view=article&id=169:apelo-a-todos-os-brasileiros

O documento da Comissão em Defesa da Vida relaciona parte de uma longa série de ações do atual governo, as quais evidenciam o envolvimento direto deste governo com a promoção do aborto.

O APELO AOS BRASILEIROS é uma resposta irreplicável aos comentários da candidata Dilma Rousseff, a qual declarou recentemente à imprensa que

"TANTO EU QUANTO O PRESIDENTE LULA NÃO DEFENDEMOS O ABORTO. DEFENDEMOS O CUMPRIMENTO ESTRITO DA LEI".

http://www1.folha.uol.com.br/poder/770779-dilma-nega-defender-aborto-e-diz-que-opiniao-de-bispo-nao-e-uma-posicao-da-cnbb.shtml
DILMA ROUSSEFF MENTE DE MODO FRANCO, ABERTO E VERGONHOSO SOBRE O ENVOLVIMENTO DE SEU GOVERNO E DE SEU PARTIDO COM A PROMOÇÃO DO ABORTO NO BRASIL, CONFIANDO NA CUMPLICIDADE DOS QUE NÃO DIVULGARÃO A VERDADE, NÃO IMPORTA SE AMPLAMENTE DOCUMENTADA.


SE VOCÊ ADMINISTRA UM SITE CATÓLICO OU EVANGÉLICO, COPIE E PUBLIQUE EM SEU SITE O APELO AOS BRASILEIROS E BRASILEIROS.


SE VOCÊ É PASTOR DE ALGUMA IGREJA OU PARÓQUIA, IMPRIMA O DOCUMENTO E DISTRIBUA-O ENTRE OS SEUS FIÉIS.


Cópias do documento em PDF para impressão podem ser obtidas neste endereço, e estão sendo livremente divulgadas em vários outros sites:



Além da ações elencadas no documento, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, poucos dias antes das declarações da candidata, acabava de elaborar e aprovar um documento, no âmbito do direito internacional, que propõe para todos os governos da América Latina, inclusive o Brasil, a completa legalização do aborto. O documento, previamente apresentado pela Ministra Nilcéia Freire ao presidente Lula na quarta feira dia 14 de julho, denominado CONSENSO DE BRASÍLIA, foi aprovado na sexta feira, dia 16 de julho de 2010, em Brasília, por ocasião da conclusão da XIª Conferencia Regional sobre a Mulher da América Latina e Caribe, promovida pela CEPAL (Comissão Econômica para América Latina e Caribe da ONU) e organizada pela Secretaria de Políticas para as Mulheres do governo Lula.


No dia 5 de agosto de 2010 os deputados Paes de Lira (PTC-SP), Talmir Rodrigues (PV-SP) e Miguel Martini (PHS-MG) apresentaram ao Congresso Nacional o Projeto de Decreto Legislativo PDC 2840/2010, que susta os efeitos gerados pelo documento "Consenso de Brasília".




Assista aqui um vídeo que exibe as denúncias apresentadas pelos deputados a favor da vida no Plenário da Câmara, apontando a ilegalidade do Consenso de Brasília, que pretende agora NÃO APENAS PROMOVER O ABORTO NO BRASIL, COMO TAMBÉM EM TODA A AMÉRICA LATINA:




E, mesmo com tudo isso, a candidata Dilma Rousseff insiste em mentir ao povo brasileiro afirmando que NEM ELA, NEM O PRESIDENTE LULA, JAMAIS DEFENDERAM O ABORTO, LIMITANDO-SE APENAS AO ESTRITO CUMPRIMENTO DA LEI!


A candidata Dilma Rousseff não teve coragem de comparecer ao debate entre os candidatos à presidência, no qual seriam abordados, sem restrições, temas como o da legalização do aborto, promovido pelas emissoras de televisão católicas e transmitido em cadeia nacional para um público estimado em mais de cem milhões de espectadores, realizado na segunda feira, dia 23 de agosto de 2010.


Para justificar seu não comparecimento, a candidata, em carta enviada às emissoras, alegou problemas de agenda. Entretanto, mal iniciado o debate, ao qual supostamente não poderia ter comparecido devido à sua apertadíssima agenda, Dilma Rousseff foi flagrada TWITANDO E ASSISTINDO UMA APRESENTAÇÃO DA BANDA DO PATO FU.


"LAMENTO QUE A CANDIDATA DILMA ROUSSEFF TENHA FUGIDO DESTE DEBATE, PORQUE ISSO É DE FATO O QUE ACONTECEU", comentou o candidato José Serra, ao que acrescentou, diante das câmaras que irradiavam o debate para todo o Brasil:


"SE AQUI NÃO VEIO A DILMA ROUSSEFF, NÃO FOI POR CAUSA DA AGENDA, MAS POR DIFICULDADE DE DIZER O QUE DE FATO PENSA. SUA CANDIDATURA É MAIS PELO LADO DA MANIPULAÇÃO".


"DOS QUATRO CANDIDATOS A SENHORA DILMA É A ÚNICA QUE É UMA INCÓGNITA", afirmou o candidato Plínio de Arruda Sampaio:


"INVENTADA PELO LULA, NÓS NÃO SABEMOS QUEM ELA É. ELA DEVERIA ESTAR AQUI, MAS NÃO ESTÁ. ESTA SENHORA MANDA UMA CARTINHA CHEIA DE PLATITUDES, E FOGE DAS QUESTÕES QUE VÃO SER DISCUTIDAS AQUI HOJE, PORQUE ESTAS É QUE COMPROMETEM, ESTAS É QUE PODEM TIRAR VOTOS E DAR VOTOS, E ESTA É TODA A CAMPANHA DELA. SABEM O QUE ESTA SENHORA ESTÁ FAZENDO AGORA? ESTÁ TWITANDO! OS MEUS TWITEIROS JÁ DESCOBRIRAM QUE ELA ESTÁ NESTE MOMENTO ASSISTINDO UM GRUPO MUSICAL CHAMADO PATO FU.


ELA, A ÚNICA DESCONHECIDA, A ÚNICA QUE NINGUÉM SABE O QUE PENSA, ELA NÃO VEIO, FICOU TWITANDO EM VEZ DE VIR RESPONDER A UM ELEITORADO QUE É SÉRIO, QUE TROUXE AQUI TODA A SUA HIERARQUIA."


Assista aqui um vídeo exibindo como os candidatos explicaram as razões da ausência de Dilma Rousseff do debate presidencial:



===========================================


APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS


===========================================




NÓS, PARTICIPANTES DO 2º ENCONTRO DAS COMISSÕES DIOCESANAS EM DEFESA DA VIDA (CDDVS), ORGANIZADO PELA COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB e realizado em S. André no dia 03 de julho de 2010,


- considerando que, em abril de 2005, no IIº Relatório do Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) O ATUAL GOVERNO COMPROMETEU-SE A LEGALIZAR O ABORTO,


- considerando que, em agosto de 2005, o atual governo entregou ao Comitê da ONU para a Eliminação de todas as Formas de Descriminalização contra a Mulher (CEDAW) documento no qual reconhece o aborto como DIREITO HUMANO DA MULHER,


- considerando que, em setembro de 2005, através da Secretaria Especial de Polítíca das Mulheres, o atual governo apresentou ao Congresso um substitutivo do PL 1135/91, como resultado do trabalho da Comissão Tripartite, no qual é proposta a DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO ATÉ O NONO MÊS DE GRAVIDEZ E POR QUALQUER MOTIVO, pois com a eliminação de todos os artigos do Código Penal, que o criminalizam, o aborto, em todos os casos, deixaria de ser crime,


- considerando que, em setembro de 2006, no plano de governo do 2º mandato do atual Presidente, ele reafirma, embora com linguagem velada, o compromisso de legalizar o aborto,


- considerando que, em setembro de 2007, no seu IIIº CONGRESO, O PT ASSUMIU A DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO E O ATENDIMENTO DE TODOS OS CASOS NO SERVIÇO PÚBLICO COMO PROGRAMA DE PARTIDO, sendo o primeiro partido no Brasil a assumir este programa,


- considerando que, em setembro de 2009, o PT puniu os dois deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por serem contrários à legalização do aborto,


- considerando como, com todas estas decisões a favor do aborto, o PT e o atual governo tornaram-se ativos colaboradores do IMPERIALISMO DEMOGRÁFICO que está sendo imposto em nível mundial por Fundações Internacionais, as quais, sob o falacioso pretexto da defesa dos direitos reprodutivos e sexuais da mulher, e usando o falso rótulo de "aborto - problema de saúde pública", estão implantando o controle demográfico mundial como MODERNA ESTRATÉGIA DO CAPITALISMO INTERNACIONAL,


- considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº CONGRESSO NACIONAL DO PT MANIFESTOU APOIO INCONDICIONAL AO 3º PLANO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (PNDH3), decreto nª 7.037/09 de 21 de dezembro de 2009, assinado pelo atual Presidente e pela ministra da Casa Civil, no qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas consequências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, antisocial e contrária ao verdadeiro progresso do nosso País,


- considerando que este mesmo Congresso aclamou a própria MINISTRA DA CASA CIVIL COMO CANDIDATA OFICIAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES PARA A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA,


- considerando enfim que, em junho de 2010, para impedir a investigação das origens do financiamento por parte de organizações internacionais para a legalização e a promoção do aborto no Brasil, O PT E AS LIDERANÇAS PARTIDÁRIAS DA BASE ALIADA BOICOTARAM A CRIAÇÃO DA CPI DO ABORTO que investigaria o assunto,


RECOMENDAMOS ENCARECIDAMENTE A TODOS OS CIDADÃOS E CIDADÃS BRASILEIROS E BRASILEIRAS, em consonância com o art. 5º da Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou religiosas, QUE, NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, DEEM SEU VOTO SOMENTE A CANDIDATOS OU CANDIDATAS E PARTIDOS CONTRÁRIOS À DESCRIMINALIZACÃO DO ABORTO.


Convidamos, outrossim, a todos para lerem o documento "Votar Bem" aprovado pela 73ª Assembléia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, reunidos em Aparecida no dia 29 de junho de 2010 e verificarem as provas do que acima foi exposto no texto "A Contextualização da Defesa da Vida no Brasil"  [http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf], elaborado pelas Comissões em Defesa da Vida das Dioceses de Guarulhos e Taubaté, ligadas à Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, ambos disponíveis no site desse mesmo Regional.


COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

OS NOVOS ALOPRADOS DO PT

Tarja 
para o tema os novos aloprados
Os novos aloprados

Os novos aloprados

Reportagem de VEJA revela a existência de um grupo que se reunia dentro do comitê eleitoral do PT com a missão de espionar adversários tucanos e até petistas rivais, numa reedição do escândalo dos "aloprados", como o presidente Lula chamou os trapalhões envolvidos em dossiê contra adversários do PT em 2006. Entre os alvos dos novos aloprados está o tucano Eduardo Jorge, que teve o sigilo fiscal quebrado. A Receita Federal investiga o caso.
 
Fachada da Receita Federal em Mauá

Comércio de dados sigilosos

Para Receita, há indícios de que violação tenha ocorrido mediante pagamento de propina
O então pré-candidato tucano à Presidência José Serra participa de
 evento em São Paulo, em maio deste ano

Serra questiona Dilma no TSE

Para advogado de tucano, violação tinha por objetivo prejudicá-lo e blindar a adversária
 

NÃO VOTO EM DILMA ROUSSEF

Não voto em Dilma Rousseff


Criticar não é agredir, nem baixaria. Todavia o PT prefere cometer equívocos administrativos classificando a fiscalização como agressão. Em todo o seu bojo de governo, com falcatruas, envolvimentos de petistas com as FARC, patrolam todos que se puserem no seu caminho manchado.
O que dizer das fábricas de dossiês desde 2002? E o envolvimento da então ministra Dilma com a venda da Varig? E os indícios de envolvimentos de petistas com o narcotráfico? E o mensalão? E os cartões corporativos? E a Petrobrás? E se alguém levanta isso, é alvejado pelas injúrias Dos petistas.
A presença permanente do presidente Lula na mídia, desconstruindo a imagem de Fernando Henrique, que queiram ou não, deixou um legado de construção para o Brasil. Todavia, Lula se mostra como se ele descobriu o Brasil. A partir dele, as coisas começaram a acontecer “na história deste país”. Na verdade Lula se deleita nos programas do ex-presidente FHC. Os únicos programas do PT é O fome zero, pró une e outros poucos.
O Governo do PT engordou a máquina pública, fez gastos desnecessários, criando
diversos ministérios, e reduzindo a capacidade de crescimento do país. Em infra-estrutura o Brasil ficou em 10º lugar. As estradas estão a desejar, os portos estão sem investimentos para melhora. Em 2005 o Brasil cresceu mais que o Haiti, comparando-se infelizmente a um país que é conhecido pela miséria, fome, violência etc. Até final de 2009, o Brasil ficou atrás quase que de todos os países da América Latina, o Panamá, Argentina e outros saíram na frente este ano. O Brasil ganhou do Paraguai.

FONTE E TEXTO: Geziel Silva Costa

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

EIS AS RAZÕES PORQUE NÃO VOTO EM DILMA - PARTE 03

EIS AS RAZÕES PORQUE NÃO VOTO EM DILMA  - PARTE 03
Caro leitor desse humilde blog, a minha intenção não é ser repetitivo; mas, me sinto na obrigação de sempre trazer informações, pois estamos no periodo eleitoral; quanto mais informaões tivermos acerca dos candidatos menos chance teremos de errar. Segue a Terceira parte do artigo: EIS AS RAZÕES PORQUE NÃO VOTO EM DILMA. 

1. DILMA AMEAÇA A LIBERDADE DE IMPRENSA
Isso está explicito no PLANO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANO, na sua versão 03, que foi registrado por Dilma no seu programa de governo no TSE. Segudo o senador Sérgio Guerra o PT ja vem fazendo isso desde o inicio de seu governo; (calar a imprensa é atitude de todos os DITADORES que historicamente ja conheci.) 

2. DILMA APOIA DITADURAS ABSOLUTISTA
Existem uma contradição muito grande entre o DISCURSO de Dilma e a PRÁTICA, no discurso eladiz ser a favor da DEMOCRACIA, mas, na prática o que vemos é ela apoiar DITADURAS ABSOLUTISTA, como por exemplo: O paio macido e a parceria que o PT e Dilma fazem com Hgo Chaves, Ivo Morales, Fidel Castro, Almadnejad e outros governos terroristas como Muamar Kadafi da Libia.

3. DILMA É MUITO ARROGANTE
Segundo a Jornalista Maria Gabriela não se vê em Dilma meiguice, docura, ternura, mas, quando ela abre a boca sai um emariado de arrogancia. 

4. NÃO VOTO EM DILMA PORQUE ELA OMITIU A VERDADE. 
Qaundo do famoso encontro que ela teve com Lina Vieira a Secretaria da Receita Federal; além do Mais Dilma mandou a secretaria observar as declarações de pessoas ligadas ao PSDB.  

VAMOR ORAR, O CAMNHO E ORAR

Nunca na historia da IGREJA Cristã prewcisaos tanto de ORAÇÃO como nos dias hodiernos; ORAR pela nossa nação, para que Deus possa interver e escolhermos CORRETAMENTE os nossos representantes no SENADO Federal e CAMARAFederal. 

Existe um movimento muito forte liderado pelo PT e seus aliados , para colocarem no CONGRESSO Nacional, candidatos que sejam favoráveis  ao chamado casamento gay.
Existem uma articulação muito forte retirar os candidatos Cristãos, pois esses atrapalham os seus intentos.
1. Rio estão fazendo um enorme esforço para elegerem César Maia e Lindberg Farias ao Senador Federal, estes são favoráveis à causa a causa gay.
2.  São Paulo querem Marta Suplicy. é Lider do movimento gay até pelo historico de sua vida.
3. Rondônia querem a reeleição da senadora Fátima Cleide. Lamentavelmente a senadora Fatima Cleide passou os seus 08 anos de mandato e não fez nada pelo povo de Rondonia; simplesmente ficou o tempo todo envolcida com a PL 122/06.

Precisamos fazer valer o nosso voto; não vote em pessoa ou partido que visam a destruição da etica Biblica.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

DILMA TEM UMA FORTE LIGAÇÃO COM O TERRORISTA HUGO CHAVES

or Renato Vargens


Atualmente a Venezuela tem por presidente Hugo Chaves. Como todos sabemos o governo venezuelano se caracteriza por uma aparente democracia, onde o povo participa de pouquíssimas das decisões do país. No entanto, todas as vezes que julga necessário o “caprichoso” presidente impõe sua vontade sobre tudo e todos, ainda que com isso tenha que atropelar os valores democráticos. Isso se percebe nitidamente, nas ações arbitrárias deste pérfido ditador que impõe sobre o cidadão venezuelano suas decisões unilateriais.
Pois é,  este despótico senhor foi a público manifestar seu apoio incondicional a canditada do PT a presidência da República Dilma Rousseff. Veja abaixo o que ele disse:
“Los brasileños sabrán a quienes tienen que elegir, pero uno tiene su corazoncito y yo suelto el corazón, así que a quién de nosotros no le va a gustar que Dilma (Rousseff) sea presidenta, una mujer, además amiga.”  Frase de HUGO CHÁVEZ, presidente da Venezuela, sobre a campanha presidencial brasileira. Para ele, a petista é “una gran mujer de nuestra America”.

Caro leitor, confesso que as relações internacionais do PT com gente como Hugo Chaves, Fidel Castro e Ahmdinejad me causam medo, mesmo porque, eu não consigo entender como um governo democrático pode referendar e apoiar ditaduras absolutistas como da Venezuela, Cuba e Irã.
Isto posto, afirmo que o povo brasileiro deve pensar muito se vale a pena conduzir Dilma Rousseff a presidência da República. 

Aqueles que desejarem ler pequenos textos que escrevi a respeito do assunto poderão ler: "Motivos porque eu não voto em Dilma" , "Dilma Rousseff, motivo de preocupação" , "Respostas aos eleitores de Dilma."


A JORNALISTA MARILIA GABRIELA NAO APROVA DILMA



MARÍLIA GABRIELA, QUEM DIRIA! Imperdível! CORAJOSA...


Opinião da Marília Gabriela sobre a Dilma

Quem tem medo da "doutora"   Dilma?

VOU CONFESSAR: Morro de medo de Dilma Rousseff.
Esse governo que tem muitos acertos, mas a roubalheira do governo do PT e o cinismo descarado de LULA em dizer que não sabia de nada, nos mete medo.

Não tenho muitos medos na vida, além dos clássicos: de barata, rato, cobra.
Desses bichos tenho mais medo do que de um leão, um tigre ou um urso, mas de gente não costumo ter medo.

Tomara que nunca me aconteça, mas se um dia for assaltada, acho que vai dar para levar um lero com os assaltantes (espero). Não me apavora andar de noite sozinha na rua e, não tenho medo algum das chamadas "autoridades", só um pouquinho da polícia, mas não muito.

Mas de Dilma não tenho medo; tenho pavor.
Antes de ser candidata, nunca se viu a ministra dar um só sorriso, em nenhuma circunstância. Depois que começou a correr o Brasil com o presidente, apesar do seu grave problema de saúde, Dilma não para de rir, como se a vida tivesse se tornado um paraíso.

Mas essa simpatia tardia não convenceu.
Ela é dura mesmo.

Dilma personifica, para mim, aquele pai autoritário de quem os filhos morrem de medo, aquela diretora de escola que, quando se era chamada em seu gabinete, se ia quase fazendo pipi nas calças, de tanto medo.
Não existe em Dilma um só traço de meiguice, doçura, ternura.
Ela tem filhos, deve ter gasto todo o seu estoque com eles e não sobrou nem um pingo para o resto da humanidade.
Não estou dizendo que ela seja uma pessoa má, pois não a conheço; mas quando ela levanta a sobrancelha, aponta o dedo e fala, com aquela voz de general da ditadura no quartel, é assustador.
E acho muito corajosa a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira, que enfrentou a ministra afirmando que as duas tiveram o famoso encontro. Uma diz que sim, a outra diz que não, e não vamos esperar que os funcionários do Palácio do Planalto contrariem o que seus superiores disseram que eles deveriam dizer. Sempre poderá surgir do nada um motorista ou um caseiro, mas não queria estar na pele da suave Lina Vieira.
A voz, o olhar e o dedo de Dilma, e a segurança com que ela vocifera  "suas verdades", são quase tão apavorantes quanto a voz e o olhar de Collor, quando ele é possuído. Quando se está dizendo a verdade, ministra, não é preciso gritar; nem gritar e nem apontar o dedo para ninguém. Isso só faz quem não está com a razão, é elementar.
Lembro de quando Regina Duarte foi para a televisão dizer que tinha medo de Lula; Regina foi criticada, sofreu com o PT encarnando em cima dela - e quando o PT resolve encarnar, sai de baixo. Não lembro exatamente de quê Regina disse que tinha medo -nem se explicitou-, mas de uma maneira geral era medo de um possível governo Lula..
Demorei um pouco para entender o quanto Regina tinha razão.
Hoje estamos numa situação pior, e da qual vai ser difícil sair, pois o PT ocupou toda a máquina, como as tropas de um país que invade outro. Com Dilma seria igual ou pior, mas Deus é grande...
Eles não falaram em 20 anos? Então ainda faltam quase 13, ninguém merece.

Seja bem-vinda, Marina Silva. Tem muito petista arrependido que vai votar em você e impedir que a mestra sem mestrado, Dilma Rousseff, passe para o segundo turno.
Outra boa opção é o atual governador José Serra que já mostrou seriedade e competência. Só não pode PT, Dilma e alguém da "turma do Lula".







fonte: Sergio Borba - Advogado
Fones: 81.3082.8897 / 81.9245.2116
Recife - PE - Brasil




terça-feira, 24 de agosto de 2010

VOTE CONCIENTE

JA QUE A LEI DA FICHA LIMPA NÃO CONSEGUIU ELIMINAR TODOS OS FICHAS SUJA DO CENARIO PULITICO; A UNICA ARMA QUE NOS RESTA É O VOTO.
1. VOTE CONCIENTE
2. NÃO VOTE EM CANDIDATO FICHA SUJA
3. NÃO VOTE EM CANDIDATO FICHA SUJA QUE CONSEGUIU NA JUSTIÇA LIMINAR PARA CONCORRER AS ELEIÇÕES, POIS EM BREVE A JUSTIÇA O CASSARA O SEU MANDATO, ISSO É APENAS UMA QUESTÃO DE TEMPO. 
4. NÃO VOTE EM CANDIDATO QUE APOIA ABORTO, SEXO LIVRE, ADOÇÃO DE CRIANÇAS POR GAY, QUE QUEREM LEGALIZAR A PROSTITUIÇÃO.